O Encontro de Folias de Reis encerrou oficialmente o Natal Luz 2017 no dia dos Santos Reis. Folias do Dom Oscar, Santa Quitéria, Alto Maranhão, Praia e Jardim Profeta concluíram suas jornadas na praça JK. O evento de 46 dias impressionou pelo público que o prestigiou, a iluminação da praça JK, da Alameda das Palmeiras, da praça do Dom Oscar e as da Praia, mas também pela casa do papai Noel e apresentações culturais. A estrutura será desmontada nesta segunda-feira.

A organização do Natal Luz promove anualmente o Encontro de Folias de Reis para manter viva esta tradição. Na cidade existem oito delas, das quais seis se apresentaram este ano: Folia dos Santos Reis com Proteção de São José, do Dom Oscar; Folia do Divino Espírito Santo, de Santa Quitéria; Folia dos Santos Reis, também de Santa Quitéria; Folia do Menino Jesus, do Alto Maranhão; Folia dos Santos Reis e Menino Jesus, da Praia; e Folia Flor da Serra, do Jardim Profeta. A chegada delas à praça JK marca o término dessa jornada delas por fazendas e diversos bairros e localidades. “Aproveitamos para encerrar nosso Natal Luz com este encontro. Simultaneamente, realizamos as simpatias da Roman e da Rosca dos Reis, para trazer fortuna e prosperidade para as pessoas, mas sempre brincamos que trabalhar também ajuda”, diz o organizador do encontro, José Félix dos Reis, o Zezeca.

A imagem pode conter: 1 pessoa, multidão e atividades ao ar livre

Hélio Efigênio da Silva, natural de Maracujá, em Queluzito, é filho do criador da Folia dos Procópio, que se apresentou na praça JK somente em 2015, mas faz questão de vir a Congonhas prestigiar as folias da cidade todo ano. “Estamos aqui hoje (sábado) por causa das folias, isso está no sangue. Encontros como este são uma tradição, e não podemos perder isso aqui não, eles são raros, infelizmente. Congonhas está de parabéns. Toda a festa é muito bem organizada”, comentou.

Antônio Olímpio da Silva, morador de Congonhas há 9 anos, nasceu em Catende, em Pernambuco, e diz que as folias no estado dele estão desaparecendo. “Em Minas elas estão bem vivas. É muito bom ver este encontro todo ano aqui na praça. Quando fui a minha cidade, até vi algumas se apresentando, mas aqui é mais animado”, garante.

Juliana Pinheiro, de Congonhas e que mora em Cascavel, no Paraná, há 10 anos, visita sua terra natal no final do ano e acompanhou, ao lado do filho, o Encontro de Folias nesse sábado, 6. “Acho a festa natalina que que é realizada aqui muito bonita, a casa do Papai Noel está muito bem decorada, linda. O fato de estar na praça facilita a presença das pessoas. Em Cascavel há somente uma casa do Papai Noel, mas as músicas são uma questão bem mineira. Meu filho havia passado pela praça durante o dia e disse que queria ver como estava à noite e, quando chegou, ficou encantado, inclusive quis saber mais sobre as folias e tirou foto de tudo, queria abrir os armários da casa para tirar foto dos detalhes, que chamam muito a atenção”, relatou.

Lívia Melo Souza Tavares, da Basílica, só pôde ir à praça no último sábado, acompanhada da mãe, de outra irmãzinha e outros componentes da família. “O que eu mais gostei da iluminação foram os anjos, gosto muito deles. Aqui na casa do Papai Noel, a decoração é demais. No meu bairro tem a Alameda, que ficou igualmente encantadora. Já o encontro de folias a gente não perde, porque meu vô adora, aí vêm ele e minha vó também”, diz.

A imagem pode conter: 11 pessoas, noite e atividades ao ar livre

Balanço

O Natal Luz 2017 teve início no dia 22 de novembro, com a inaugurando da iluminação da Alameda das Palmeiras, na Basílica, no dia 28 foi a vez da praça Olímpica, na Praia, no dia 3 de dezembro da praça do Dom Oscar e no dia 9, da praça JK com a abertura da casa do Papai Noel. Esta apresentou filas que chegaram a passar do Hotel dos Profetas, localizado na av. JK.

“Agradecemos primeiro ao prefeito Zelinho, pela oportunidade que deu a esta equipe da Cultura, Obras, Educação e Fumcult de realizarem esta festa para as pessoas de Congonhas, de Lafaiete, Ouro Branco, Carandaí, São Brás do Suaçuí, entre outras cidades, que juntas formaram o maior público que já vimos passar por Congonhas durante o Natal Luz. Um grupo de turistas que estava em Tiradentes, ao saber dos atrativos natalinos daqui, fez questão de mudar a agenda, enfrentou fila e foi embora encantado com o que viu. Além da estrutura que montamos, oferecemos, de 9 a 23 de dezembro, apresentações de orquestra, banda de música e coral. Neste período, Congonhas envia atrações para outras cidades e recebe delas também, como aconteceu com os Canarinhos de Itabirito e o Auto de Natal de Conselheiro Lafaiete”, lembrou a secretária de Cultura da Prefeitura, Miriam Palhares.

Diversos ambulantes ficaram felizes porque o evento garantiu a eles consumidores para a pipoca, algodão doce, sanduíche, picolé e até, balão. O mesmo ocorreu com os comerciantes da praça Jk.

O Natal Luz 2017 é realizado pela Prefeitura, por meio das secretarias municipais de Cultura, Obras e Educação, e da FUMCULT, e conta com o apoio do SindComércio Congonhas.

Publicado em Ultimas de Congonhas

O aguardado Encontro de Folias de Reis, neste sábado, 6 de janeiro, Dia dos Santos Reis, encerra o Natal Luz 2017. O evento será realizado às 19h em frente à Casa do Papai Noel, na praça JK. Além da chegada e apresentação das folias de Congonhas, haverá as tradicionais simpatias da Romã e das Roscas dos Reis para trazer a fartura e prosperidade no ano.

Rico em atrativos e sucesso em participação popular, o Natal Luz 2017 de Congonhas é uma realização da Prefeitura, por meio das secretarias municipais de Cultura, Obras e Educação, e da FUMCULT e conta com o apoio do SindComércio Congonhas.

Publicado em Eventos

A programação do Natal Luz segue a todo o vapor, marcando o fim de 2017 dos congonhenses e de moradores de outras cidades da região.

Durante esta semana, a Praça JK foi palco de muita luz e música, com apresentações do Coral da Secretaria Municipal de Educação, do Coral Nossa Senhora Aparecida da Vila Marques, do Coral Canto Orfeônico Ary Barroso e do Coral Natalino Raio de Luz – Colégio Arcebispo Dom Oscar de Oliveira. O Grupo da Melhor Idade POP Poente Prateado apresentou o “Auto de Natal POP”. Já a Orquestra Juvenil da SME fechou a sexta-feira.

O Papai Noel aguarda a garotada e os adultos em sua casa montada no prédio da Secretaria de Finanças, em frente à Prefeitura.

A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas sorrindo

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas no palco

Confira a progrmação completa em: http://indicadorcongonhas.com.br/component/k2/item/5271-programacao-natal-luz-2017-09-12-a-06-01-2018


Além de se encantar com apresentações de corais, orquestras, bandas de música, espetáculos de teatro e a tradicional casa do Papai Noel, o público poderá visitar os presépios feitos por moradores da cidade. O Natal Luz 2017 é uma realização da Prefeitura de Congonhas, por meio das secretarias municipais de Cultura, Obras e Educação, e da FUMCULT e conta com o apoio do Sindcomércio Congonhas.

A Casa do Papai Noel funciona no antigo prédio da Secretaria da Fazenda, em frente à Prefeitura, e receberá visitas até o dia 6 de janeiro, a partir das 19h. O local não funcionará nos dias 24 e 25 de dezembro. A programação natalina se estende até o dia 6 de janeiro quando as folias de Reis se apresentam.

Programação Natal Luz 2017

SÁBADO (09/12)
Praça JK
20h: Abertura da Casa do Papai Noel
21h: Banda Sinfônica
da SME

DOMINGO (10/12)
Praça JK
20h: Coral da SME

SEGUNDA-FEIRA (11/12)
Praça JK
20h: Coral Nossa Senhora Aparecida da Vila Marques
21h: Cleiber Tarcísio canta Natal

TERÇA-FEIRA (12/12)
Praça JK
20h: Coral Canto Orfeônico Ary Barroso

QUARTA-FEIRA (13/12)
Praça JK
20h: Auto de Natal POP – Grupo da Melhor Idade POP Poente
Prateado

QUINTA-FEIRA (14/12)
Praça JK
20h: Coral Natalino Raio de Luz – Colégio Arcebispo Dom Oscar de
Oliveira

SEXTA -FEIRA (15/12)
Praça JK
20h: Orquestra Juvenil da SME

SÁBADO (16/12)
Praça JK
20h: Sociedade Musical Nossa Senhora D’Ajuda do Alto Maranhão

DOMINGO (17/12)
Praça JK
20h: Auto de Natal  – Coral Cidade dos Profetas e Grupo Dez Pras Oito

SEGUNDA-FEIRA (18/12)
Praça JK
20 h: Auto de Natal -Casa de Teatro de
Conselheiro Lafaiete

TERÇA-FEIRA (19/12)
Praça JK
20h: Grupo de oração Emanuel apresenta Louvor de Natal

QUARTA-FEIRA (20/12)
Praça JK
20h: Orquestra Jovem da SME

QUINTA-FEIRA (21/12)
Praça JK
20hh: Coral Santa Luzia
Cine Teatro Leon
20h: INSEJEC apresenta Espetáculo “Jesus nasce no coração dos homens”

SEXTA-FEIRA (22/12)
Praça JK
20h: Gerdau apresenta Coral Canarinhos de Itabirito

SÁBADO (23/12)
Praça JK
20h: Corporação Musical Senhor Bom Jesus

SÁBADO (06/01/18)
Praça JK
19h: Encerramento do Natal
Luz com Encontro de Folias de Reis

Publicado em Eventos

Além de se encantar com apresentações de corais, orquestras, bandas de música, espetáculos de teatro e a tradicional casa do Papai Noel, o público poderá visitar os presépios feitos por moradores da cidade. O Natal Luz 2017 é uma realização da Prefeitura de Congonhas, por meio das secretarias municipais de Cultura, Obras e Educação, e da FUMCULT e conta com o apoio do Sindcomércio Congonhas.

A Casa do Papai Noel funciona no antigo prédio da Secretaria da Fazenda, em frente à Prefeitura, e receberá visitas até o dia 6 de janeiro, a partir das 19h. O local não funcionará nos dias 24 e 25 de dezembro. A programação natalina se estende até o dia 6 de janeiro quando as folias de Reis se apresentam.

Programação Natal Luz 2017

SÁBADO (09/12)
Praça JK
20h: Abertura da Casa do Papai Noel
21h: Banda Sinfônica
da SME

DOMINGO (10/12)
Praça JK
20h: Coral da SME

SEGUNDA-FEIRA (11/12)
Praça JK
20h: Coral Nossa Senhora Aparecida da Vila Marques
21h: Cleiber Tarcísio canta Natal

TERÇA-FEIRA (12/12)
Praça JK
20h: Coral Canto Orfeônico Ary Barroso

QUARTA-FEIRA (13/12)
Praça JK
20h: Auto de Natal POP – Grupo da Melhor Idade POP Poente
Prateado

QUINTA-FEIRA (14/12)
Praça JK
20h: Coral Natalino Raio de Luz – Colégio Arcebispo Dom Oscar de
Oliveira

SEXTA -FEIRA (15/12)
Praça JK
20h: Orquestra Juvenil da SME

SÁBADO (16/12)
Praça JK
20h: Sociedade Musical Nossa Senhora D’Ajuda do Alto Maranhão

DOMINGO (17/12)
Praça JK
20h: Auto de Natal  – Coral Cidade dos Profetas e Grupo Dez Pras Oito

SEGUNDA-FEIRA (18/12)
Praça JK
20 h: Auto de Natal -Casa de Teatro de
Conselheiro Lafaiete

TERÇA-FEIRA (19/12)
Praça JK
20h: Grupo de oração Emanuel apresenta Louvor de Natal

QUARTA-FEIRA (20/12)
Praça JK
20h: Orquestra Jovem da SME

QUINTA-FEIRA (21/12)
Praça JK
20hh: Coral Santa Luzia
Cine Teatro Leon
20h: INSEJEC apresenta Espetáculo “Jesus nasce no coração dos homens”

SEXTA-FEIRA (22/12)
Praça JK
20h: Gerdau apresenta Coral Canarinhos de Itabirito

SÁBADO (23/12)
Praça JK
20h: Corporação Musical Senhor Bom Jesus

SÁBADO (06/01/18)
Praça JK
19h: Encerramento do Natal
Luz com Encontro de Folias de Reis

Publicado em Agenda de Eventos

A 1ª Parada dos Conselhos Municipais de Congonhas, organizada pela Casa dos Conselhos, reuniu 22 dos 32 existentes e seis entidades na praça JK na tarde dessa quinta. A intenção foi mostrar à sociedade que os conselhos necessitam de participação popular, porque influenciam nas políticas públicas e, por consequência, na vida do cidadão.

O evento explicou como funcionam os conselhos. Teve ainda teatro, música, capoeira, entrevista ao vivo na Educativa FM com a ciclista Danielle Moraes, 2ª colocada do ranking brasileiro da MTB CXO Sub 23, e ainda aferição de pressão arterial e glicose, campanha do Novembro Azul, manicure, artesanato, pintura em tela distribuição de pipoca e algodão doce,entre outras atrações.

A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas sentadas

A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

A imagem pode conter: 1 pessoa, no palco e atividades ao ar livre


A 1ª Parada dos Conselhos acontece nesta quinta-feira, às 15h, na Praça JK.

Haverá uma programação especial com música, teatro, exposição de materiais e muita informação!

Publicado em Eventos

Cidade de devoção e fé, Congonhas possui uma das festas religiosas mais tradicionais do Brasil: o Jubileu do Senhor Bom Jesus de Matosinhos. Para celebrar os 260 anos da origem da devoção ao Senhor Bom Jesus, a Secretaria Municipal de Educação desenvolveu o projeto “Jubileu da Educação: Fé, Feira e Festa”, que contou com a participação das 32 escolas da rede municipal. O som das violas, a fé e devoção, o vai e vem de pessoas e a comercialização de produtos artesanais e gastronômicos tomaram conta da Praça JK, na manhã deste sábado, 18, em uma representação fiel do Jubileu do Senhor Bom Jesus de Matosinhos.

De março a novembro deste ano, as instituições de ensino do Município desenvolveram ações para resgatar os aspectos culturais e históricos do Jubileu do Senhor Bom Jesus de Matosinhos. O resultado pode ser visto durante as apresentações de música e teatro e nos trabalhos artísticos que ficaram expostos ao público.

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas em pé e atividades ao ar livre

Os alunos se caracterizaram para representar figuras conhecidas da festa, como os romeiros, as ciganas e os líderes religiosos. A estudante e membro do grêmio estudantil da E.M. José Monteiro de Castro, Ana Beatriz Santos, 12 anos, foi uma das romeiras do grupo que homenageou os Romeiros de Carmópolis. Para ela, o projeto foi uma boa experiência. “Aprendemos muito sobre o Jubileu. Fomos ao Museu de Congonhas e aprendemos sobre os Romeiros de Carmópolis. Eles começaram em um grupo pequeno, com 17 romeiros, e a gora são 172. Eles caminham 172 km para pagar uma promessa”, conta.

Quem também se caracterizou para retratar a devoção dos fiéis foi o aluno da E.M. Dona Caetana Pereira Trindade, João Vitor Resende, 13 anos. Ele explica: “Estamos representando os povos antigos que vinham para o Jubileu pagar promessas. As pessoas acreditavam muito e vinham de muitos lugares, até mesmo a pé”.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, multidão e atividades ao ar livre

A Roda de Violeiros não ficou de fora: não foram só os alunos que tocaram e animaram o Jubileu da Educação com músicas tradicionais, os músicos que se apresentam todo ano durante o Jubileu do Senhor Bom Jesus de Matosinhos também compareceram. Figura presente há anos no Jubileu de Congonhas, o violeiro Cizinho Pereira de Oliveira elogiou a iniciativa: “Agradeço aos profissionais que fizeram essa festa maravilhosa. É um orgulho para nós vermos essas crianças presentes, fazendo apresentações. É um momento muito criativo e fortalece a cultura brasileira”.

Moradora da Basílica, Juvenice Valéria Araújo, acompanhou a filha Júlia Emanuele, que estuda na E.M. Fortunata de Freitas Junqueira. “É um trabalho muito bom, pois os alunos interagem. Também desperta o interesse pela cultura e literatura. Está bem fiel ao Jubileu. E essa festa está sendo resgatada pelos alunos”, destaca.

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sentadas, pessoas comendo e criança


Valor pedagógico

A secretária municipal de Educação, Maria Aparecida Resende, explica que um dos temas transversais do currículo escolar é a Educação Patrimonial. “Pudemos trabalhar a importância do Jubileu para Congonhas, seja no aspecto religioso, econômico, social e cultural. Existem pessoas de longe e de outras cidades que esperam essa festa todo ano e as pessoas daqui também têm a mesma expectativa. Tivemos o cuidado de trabalhar essa questão respeitando as diversidades religiosas. Ao fazer esse projeto nas escolas, também queríamos que ele atingisse a população, uma das razões para fazermos esse evento na Praça JK”, completa.

A E.M. Dona Maria Castanheira, do Campinho, abordou a história da Santa Cruz, que foi confeccionada pelos alunos. A supervisora Antonela Arges explica que essa é uma tradição da comunidade. “Todas as turmas participaram da confecção. Todas elas tiveram palestras sobre a Santa Cruz. Foi bom porque os alunos aprimoraram a habilidade manual e adquiriram conhecimento”, diz.

As professoras da E.M. Dr. Antônio Moreira de Souza, do Pequeri, Adriana Aparecida Mendes e Vânia Maria de Resende contam que o Jubileu da Educação “Foi um projeto muito rico e importante para desenvolver a parte cultural com os alunos. Os estudantes tiveram muito interesse a participação, ficaram bem envolvidos no trabalho”.

Publicado em Ultimas de Congonhas

Vem aí o “Jubileu da Educação: fé, feira e festa”, uma homenagem aos 260 anos da origem da devoção e fé ao Senhor Bom Jesus de Matosinhos.

O projeto, promovido pelo Governo Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Educação, envolveu as 32 escolas da rede municipal de ensino em ações que valorizam o patrimônio local.

O resultado desse trabalho será uma grande festa: neste sábado, 18, a Praça JK irá se transformar no Jubileu do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, com participação de toda a comunidade escolar. Das 8h às 12h, a população poderá prestigiar uma programação especial, que conta com apresentações culturais, exposição de trabalhos artesanais e outros produtos.

Em reconhecimento à identidade, à diversidade e ao aspecto histórico-cultural do Jubileu do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, durante o ano foram desenvolvidas ações interdisciplinares que resgataram os aspectos dessa festa, uma das maiores peregrinações religiosas do Brasil. Além disso, os alunos fizeram atividades relacionadas à música, artesanato, teatro, desenhos, entre outras.

Publicado em Eventos

Após pouco mais de uma década do início do desenvolvimento do Programa no Município e em comemoração as várias conquistas do trabalho desenvolvido, o Governo Municipal realiza a 1ª Mostra de Trabalhos do Programa de Educação em Sexualidade e Cidadania (PESC), que tem por objetivo apresentar a comunidade congonhense as conquistas e trabalhos desenvolvidos em forma de artes (dança, teatro, música), saúde, assistência social e esporte. O evento será realizado nesta quinta-feira, 5, na praça JK, das 13h30 às 17h.

A 1ª Mostra de Trabalhos do PESC contará ainda com a presença ilustre do atleta congonhense João Cordeiro Franck, que pertence à equipe Infanto Juvenil de vôlei do Minas Tênis Clube e é capitão da Seleção Brasileira Sub 19. João irá participar de uma roda de conversar com adolescentes e conceder uma entrevista às 13h30 à Educativa FM (97.5 Mhz) sobre sua trajetória e conquistas como adolescente e atleta, desde as escolinhas de esporte até o meio do alto rendimento.

PESC

Em junho de 2012, entrou em vigor em Congonhas a Lei 3193, que instituiu a Política Municipal para a Juventude, que deu origem ao PESC, em consonância com a legislação federal e estadual vigente. O programa é desenvolvido em Congonhas há mais de 10 anos.

A Prefeitura de Congonhas, por meio das secretarias de Esporte e Lazer (Sel), Educação, Desenvolvimento e Assistência Social (Sedas) e de Saúde, é a responsável por desenvolver este programa. Trata-se de uma proposta pública de programa de atividades orientadas, com objetivo de promover o desenvolvimento pessoal e social dos jovens nos aspectos humano, familiar, social, educacional e desportivo. O PESC contribui para o crescimento do participantes como indivíduos, por meio da participação em oficinas (saúde, bem-estar, esporte, conhecimento, etc), palestras informativas e de orientação e outros assuntos relacionados, aulão de dança e alongamento, intercâmbios de jogos – Equipes das escolinhas de Esportes x Equipes Escolares e outras.

Tais atividades contam com a participação dos alunos da rede municipal de educação e Escolinhas de Esporte e levam a estes o conhecimento, fomentando a participação dos adolescentes na busca do seu desenvolvimento como indivíduo.

Publicado em Eventos

Página 1 de 5

Indicador Congonhas

O Indicador Congonhas é um portal criado pela jornalista Maria Clara Evangelista com o intuito de informar os internautas, principalmente os que moram em Congonhas e nas cidades vizinhas. Aqui você encontra notícias, atualizações sobre o trânsito e a BR 040, colunas, agenda de eventos, catálogo online, fotos e muitos mais. Faça um tour pelo nosso site e conheça o mais completo portal de informações de Congonhas!

Newsletter Indicador

Assinando o serviço de newsletter você não perderá as principais notícias do Indicador Congonhas, elas serão enviadas diretamente para seu e-mail! Para isso basta cadastrar seu e-mail no campo abaixo. O serviço é grátis!

Indicador Congonhas Instagram