Para comemorar os 200 anos de São José Operário em Congonhas e o aniversário de 79 anos de emancipação política e administrativa da cidade,

Publicado em Ultimas de Congonhas

Além de se encantar com apresentações de corais, orquestras, bandas de música, espetáculos de teatro e a tradicional casa do Papai Noel, o público poderá visitar os presépios feitos por moradores da cidade. O Natal Luz 2017 é uma realização da Prefeitura de Congonhas, por meio das secretarias municipais de Cultura, Obras e Educação, e da FUMCULT e conta com o apoio do Sindcomércio Congonhas.

A Casa do Papai Noel funciona no antigo prédio da Secretaria da Fazenda, em frente à Prefeitura, e receberá visitas até o dia 6 de janeiro, a partir das 19h. O local não funcionará nos dias 24 e 25 de dezembro. A programação natalina se estende até o dia 6 de janeiro quando as folias de Reis se apresentam.

Programação Natal Luz 2017

SÁBADO (09/12)
Praça JK
20h: Abertura da Casa do Papai Noel
21h: Banda Sinfônica
da SME

DOMINGO (10/12)
Praça JK
20h: Coral da SME

SEGUNDA-FEIRA (11/12)
Praça JK
20h: Coral Nossa Senhora Aparecida da Vila Marques
21h: Cleiber Tarcísio canta Natal

TERÇA-FEIRA (12/12)
Praça JK
20h: Coral Canto Orfeônico Ary Barroso

QUARTA-FEIRA (13/12)
Praça JK
20h: Auto de Natal POP – Grupo da Melhor Idade POP Poente
Prateado

QUINTA-FEIRA (14/12)
Praça JK
20h: Coral Natalino Raio de Luz – Colégio Arcebispo Dom Oscar de
Oliveira

SEXTA -FEIRA (15/12)
Praça JK
20h: Orquestra Juvenil da SME

SÁBADO (16/12)
Praça JK
20h: Sociedade Musical Nossa Senhora D’Ajuda do Alto Maranhão

DOMINGO (17/12)
Praça JK
20h: Auto de Natal  – Coral Cidade dos Profetas e Grupo Dez Pras Oito

SEGUNDA-FEIRA (18/12)
Praça JK
20 h: Auto de Natal -Casa de Teatro de
Conselheiro Lafaiete

TERÇA-FEIRA (19/12)
Praça JK
20h: Grupo de oração Emanuel apresenta Louvor de Natal

QUARTA-FEIRA (20/12)
Praça JK
20h: Orquestra Jovem da SME

QUINTA-FEIRA (21/12)
Praça JK
20hh: Coral Santa Luzia
Cine Teatro Leon
20h: INSEJEC apresenta Espetáculo “Jesus nasce no coração dos homens”

SEXTA-FEIRA (22/12)
Praça JK
20h: Gerdau apresenta Coral Canarinhos de Itabirito

SÁBADO (23/12)
Praça JK
20h: Corporação Musical Senhor Bom Jesus

SÁBADO (06/01/18)
Praça JK
19h: Encerramento do Natal
Luz com Encontro de Folias de Reis

Publicado em Eventos

Além de se encantar com apresentações de corais, orquestras, bandas de música, espetáculos de teatro e a tradicional casa do Papai Noel, o público poderá visitar os presépios feitos por moradores da cidade. O Natal Luz 2017 é uma realização da Prefeitura de Congonhas, por meio das secretarias municipais de Cultura, Obras e Educação, e da FUMCULT e conta com o apoio do Sindcomércio Congonhas.

A Casa do Papai Noel funciona no antigo prédio da Secretaria da Fazenda, em frente à Prefeitura, e receberá visitas até o dia 6 de janeiro, a partir das 19h. O local não funcionará nos dias 24 e 25 de dezembro. A programação natalina se estende até o dia 6 de janeiro quando as folias de Reis se apresentam.

Programação Natal Luz 2017

SÁBADO (09/12)
Praça JK
20h: Abertura da Casa do Papai Noel
21h: Banda Sinfônica
da SME

DOMINGO (10/12)
Praça JK
20h: Coral da SME

SEGUNDA-FEIRA (11/12)
Praça JK
20h: Coral Nossa Senhora Aparecida da Vila Marques
21h: Cleiber Tarcísio canta Natal

TERÇA-FEIRA (12/12)
Praça JK
20h: Coral Canto Orfeônico Ary Barroso

QUARTA-FEIRA (13/12)
Praça JK
20h: Auto de Natal POP – Grupo da Melhor Idade POP Poente
Prateado

QUINTA-FEIRA (14/12)
Praça JK
20h: Coral Natalino Raio de Luz – Colégio Arcebispo Dom Oscar de
Oliveira

SEXTA -FEIRA (15/12)
Praça JK
20h: Orquestra Juvenil da SME

SÁBADO (16/12)
Praça JK
20h: Sociedade Musical Nossa Senhora D’Ajuda do Alto Maranhão

DOMINGO (17/12)
Praça JK
20h: Auto de Natal  – Coral Cidade dos Profetas e Grupo Dez Pras Oito

SEGUNDA-FEIRA (18/12)
Praça JK
20 h: Auto de Natal -Casa de Teatro de
Conselheiro Lafaiete

TERÇA-FEIRA (19/12)
Praça JK
20h: Grupo de oração Emanuel apresenta Louvor de Natal

QUARTA-FEIRA (20/12)
Praça JK
20h: Orquestra Jovem da SME

QUINTA-FEIRA (21/12)
Praça JK
20hh: Coral Santa Luzia
Cine Teatro Leon
20h: INSEJEC apresenta Espetáculo “Jesus nasce no coração dos homens”

SEXTA-FEIRA (22/12)
Praça JK
20h: Gerdau apresenta Coral Canarinhos de Itabirito

SÁBADO (23/12)
Praça JK
20h: Corporação Musical Senhor Bom Jesus

SÁBADO (06/01/18)
Praça JK
19h: Encerramento do Natal
Luz com Encontro de Folias de Reis

Publicado em Agenda de Eventos

O Natal Luz chegou para iluminar a vida de todos os congonhenses. Nesse sábado, 9, o Papai Noel chegou de vez à cidade, recebendo crianças, e até adultos, em sua bela casa, que fica localizada na Praça JK. A região central também já está toda iluminada, criando um clima de alegria e união. A noite contou com a presença do prefeito Zelinho, da primeira-dama, Miriam Schwab, e das secretárias municipais de Cultura, Míriam Palhares, e de Obras, Rosemary Aparecida Benedito. A Banda Sinfônica da Secretaria Municipal de Educação também abrilhantou a abertura oficial do Natal Luz, que tem, em sua programação, uma série de apresentações artísticas.

O prefeito Zelinho elogiou a bela iluminação natalina e a vasta programação cultural que deixará o Natal Luz ainda mais especial.  “Fico muito feliz em poder proporcionar aos moradores de Congonhas um Natal feliz e cheio de luz. Isso é bom para a autoestima das pessoas e bom para o comércio, que fica aberto até mais tarde. A Praça JK também fica cheia. Que Deus abençoe vocês e que possamos ter um Natal iluminado em Congonhas”, completou.

Além de se encantar com apresentações de corais, orquestras, bandas de música, espetáculos de teatro e a tradicional casa do Papai Noel, o público poderá visitar os presépios feitos por moradores da cidade. O Natal Luz 2017 é uma realização da Prefeitura de Congonhas, por meio das secretarias municipais de Cultura, Obras e Educação, e da FUMCULT e conta com o apoio do Sindcomércio Congonhas.

http://www.congonhas.mg.gov.br/wp-content/uploads/2017/12/MG_6935.jpg

A Casa do Papai Noel funciona no antigo prédio da Secretaria da Fazenda, em frente à Prefeitura, e receberá visitas até o dia 6 de janeiro, a partir das 19h. O local não funcionará nos dias 24 e 25 de dezembro. A programação natalina se estende até o dia 6 de janeiro quando as folias de Reis se apresentam.

Confira a programação clicando aqui

Publicado em Ultimas de Congonhas

A magia do Natal chegou à Cidade dos Profetas. Para celebrar o clima de união e tornar o fim do ano ainda mais especial, o Governo Municipal preparou uma bela iluminação natalina e uma vasta programação cultural para toda a família. Além de se encantar com apresentações de corais, orquestras, bandas de música, espetáculos de teatro e a abertura da tradicional casa do Papai Noel, o público poderá visitar os presépios feitos por moradores da cidade. O Natal Luz 2017 é uma realização da Prefeitura de Congonhas, por meio das secretarias municipais de Cultura, Obras e Educação, e da FUMCULT e conta com o apoio do Sindcomércio Congonhas.

A abertura do Natal Luz será realizada no próximo sábado, 9, com a abertura da Casa do Papai Noel. Em seguida, terá a apresentação da banda sinfônica da Secretaria Municipal de Educação. A Casa do Papai Noel funcionará no antigo prédio da Secretaria da Fazenda, em frente à Prefeitura, e receberá visitas do dia 10 a 6 de janeiro, a partir das 19h. O local não funcionará nos dias 24 e 25 de dezembro.

A programação natalina se estende até o dia 6 de janeiro quando as folias de Reis se apresentam.


Presépios

Para lembrar o verdadeiro sentido do Natal, o público poderá visitar, gratuitamente, os presépios móveis construídos por moradores.

O do Senhor Paulo Caixeta funcionará, de 8 de dezembro a 7 de janeiro, das 8h às 10h e das 13h às 16h, à rua Alencar de Paula Reis, 265, Recanto das Andorinhas. Telefone para agendamento: (31) 3731-3060.

O do Senhor Roberto Gomes funcionará no mesmo período, das 8h às 11h e das 13h às 20h, à rua Barão de Congonhas, 204, Matriz. Não é necessário agendamento.

Também será realizada a 1ª Mostra de Presépios, de 23 de dezembro a 7 de janeiro, no Pouso Café Luizinho, à rua Visconde de Congonhas, 203, Basílica. A visitação é de segunda a sábado, das 18h às 21h, e aos domingos, das 9h às 21h.

Confira a programação completa:

Natal Luz 2017: programação

Publicado em Eventos

O Governo Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável, irá promover o “I Fórum de Negócios de Congonhas”. O evento, que será realizado no dia 20 de novembro, no Museu de Congonhas, tem o objetivo de debater a economia local, fortalecer as oportunidade de negócio e conhecer as inovações tecnológicas. Sendo realizado também pelo SEBRAE e pela FIEMG, o encontro tem o apoio da Associação Comercial Industrial e Serviços de Congonhas (ACE), CSN, Ferrous, Gerdau, IFMG, Vale e In Group. As inscrições podem ser feitas pelo https://www.sympla.com.br/1-forum-de-negocios-de-congonhas__201078.

Durante todo o dia serão apresentados painéis que irão abordar diversos assuntos, como mineração, siderurgia e startups. Além disso, será uma oportunidade para pequenos e médios empresários locais estabelecerem conexões. Nesse sentido, os setores de compras, suprimentos e contratos das grandes empresas estarão presentes para atender empreendedores interessados em trocas de negócios e experiências.

Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Sustentável, Christian Souza Costa, o “I Fórum de Negócios” irá debater não só a economia local, baseada na mineração e siderúrgia, mas também as perspectivas para esses setores e apresentar, ainda, uma nova vertente de crescimento para Congonhas, por meio da inovação e tecnologia.

Durante o evento deve ser apresentado o Programa Municipal de apoio às startups e à criação de empresas de inovação e tecnologia. “O Projeto de Lei que prevê a criação desse programa foi encaminhado à Câmara Municipal. A expectativa é de que ele seja aprovado antes do dia 20. O projeto apresenta um caminho para a diversificação econômica, aproveitando o potencial que já temos em Congonhas, com o IFMG e a Universidade Federal de São João Del Rey (UFSJ). Já temos um ecosistema de inovação e só temos que colocá-lo para funcionar. Temos que investir recursos para apoiar as boias iniciativas, como Empresa Júnior e startups”, destaca Christian.

Nenhum texto alternativo automático disponível.


Programação:

8h30: Credenciamento

9h: Abertura

10h: Painel 1 – Mineração e Siderurgia: cenário atual e oportunidades (CNS/Ferrous/Gerdau/VALE)

11h: Painel 2 – Potencial do município: cenário atual e oportunidades (FIEMG/SEBRAE/Prefeitura de Congonhas)

14h30: Painel 3 – Startups: inovação, tecnologia e internet das coisas (FIEMG/IFMG/Secretaria de Desenvolvimento de Minas Gerais)

16h: Painel 4 – Compras Públicas: como participar e oportunidades (ACE Congonhas/SEBRAE/Prefeitura de Congonhas)

Publicado em Ultimas de Congonhas

A força das histórias e o resgate da memória marcaram o primeiro dia da 4ª Festa Literária de Congonhas (FLIC). Amantes da leitura e da escrita podem se preparar para uma programação especial, repleta de trocas de experiência e aprendizado, que segue até este domingo, 22. A abertura oficial do evento, promovido pelo Governo Municipal, por meio da Secretaria de Educação em parceria com o Museu de Congonhas, foi realizada na tarde desta quinta-feira, 19, no Museu de Congonhas. O tema deste ano é “História, Memória e Literatura”.

No primeiro dia da FLIC, alunos da Escola Municipal Padre Jacinto Pinheiro viajaram nas histórias contadas pela auxiliar de biblioteca, Júnia Ferreira. O Museu de Congonhas recebeu, ainda, a escritora Laura Conrado, que falou sobre a força das histórias.

A imagem pode conter: 9 pessoas, pessoas sentadas e área interna

À noite, a contadora de histórias, autora, tradutora e editora de literatura infantil, Rosana Mont’Alverne, ministrou uma palestra sobre “O contador de histórias e a descoberta da literatura na infância” no centro cultural. A autora parabenizou, ainda, a realização da FLIC. “Estou muito honrada com esse convite do município de Congonhas. Tenho acompanhado muito de perto todo o movimento da consolidação da cultura literária de Minas Gerais”, diz.

A história e a cultura da cidade foram destacadas na mesa “Literatura na construção da memória de Congonhas”, que contou com a presença de convidados especiais: Cristiane Melo, Sérgio Rodrigo Reis, Luciomar Jesus, Juliana Mendes Freitas, Paulo Henrique de Lima Filho e Quim Cordeiro. O público pode conhecer personagens que marcaram a cidade, como o poeta Nicola Falabella, e ter contato com obras desenvolvidas na cidade, como “Imaginário e iluminuras: memória e desenho de um povo”, de Juliana Freitas, “Venenos Adocicados”, de Paulo Henrique de Lima, e o “Poesia Itinerante”, de Quim Cordeiro.

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas



Cerimônia de abertura

A cerimônia de abertura contou com a presença da secretária municipal de Educação, Maria Aparecida Resende; da diretora da biblioteca municipal Djalma Andrade, Cristiane Melo; do diretor da FUMCULT e do Museu de Congonhas, Sérgio Rodrigo Reis; além de educadores, escritores e leitores.

A secretária municipal de Educação, Maria Aparecida Resende, reforçou que o Governo Municipal investe na leitura, sendo que todas as escolas municipais têm biblioteca. “O que promove o ser é ler e escrever. É lendo e escrevendo que ele se comunica melhor. Essas atividades precisam ser compreendidas como um bate-papo, levando em conta que a literatura, a conversação, a interpretação permeiam a nossa vida”, destacou.

O diretor da FUMCULT e do Museu de Congonhas, Sérgio Rodrigo Reis, destacou o papel dos museus de Congonhas, da Imagem e Memória e da Mineralogia em Congonhas. Observou, ainda, que esses espaços devem ser apropriados para fomentar e resgatar a história da cidade. “Conteúdo é o que não falta. Não adianta termos tanto conteúdo se vocês não se apropriarem destes espaços e levarem para a sala de aula. Temos um conteúdo transformador. Poucas cidades têm tanta cultura e tanta história como Congonhas”, completou.

A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sentadas

Confira a programação aqui.

Publicado em Ultimas de Congonhas

Com uma programação que valoriza a literatura local, a 4ª Festa Literária de Congonhas (FLIC) já tem data marcada: de 19 a 22 de outubro os amantes da leitura vão poder debater assuntos contemporâneos, conhecer o que há de novo no mercado editorial e trocar experiências. O evento, que este ano tem como tema a “História, Memória e Literatura”, será realizado não só no Museu de Congonhas, mas também nas Bibliotecas Comunitárias dos bairros Dom Oscar e Vila Cardoso. A FLIC é uma realização do Governo Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Educação em parceria com o Museu de Congonhas e a FUMCULT.

A escritora Laura Conrado dará início a uma programação diversificada. Nesta quinta-feira, 19, às 14h30, a autora fará um bate-papo com o tema “A força das histórias”. Celebrada pelos leitores e pela mídia como um importante nome entre o público jovem, Laura conquista leitores com a maneira divertida com a qual consegue abordar temas profundos.

No mesmo dia, às 17h30, acontecerá a abertura oficial da FLIC, seguida por uma série intensa de atividades literárias. A autora Rosana Mont’Alverne irá ministrar uma palestra com o tema “O contador de histórias e a descoberta da literatura na infância”, às 18h. Em seguida, será realizado um bate-papo com convidados congonheses, que vão conversar sobre histórias, personalidades e mitos que alimentam as referências e o imaginário da cidade de Congonhas. O primeiro dia da Festa será encerrado, às 20h, com o espetáculo vencedor do edital ‘Congonhas faz Cultura’, “Brejo das Almas” do Grupo de Teatro Boca de Cena, com realização do Instituto Profarte e patrocínio da FUMCULT.

O segundo dia da FLIC será marcado por um bate-papo, às 15h, com o escritor e jornalista mineiro, Leo Cunha, sobre a criação do livro “Um dia, um rio”. Já às 17h, a conversa será com a escritora Marina Carvalho, sobre literatura nacional e a valorização dos escritores brasileiros contemporâneos. Mais tarde, às 19h, o promotor de justiça da Comarca de Congonhas Vinícius Alcântara Galvão lança o livro “O Júri e sua retórica.

O fim de semana também será repleto de novidades. O sábado, 21, será marcado por lançamentos de diversas obras. Às 16h o escritor belo-horizontino, Aguinaldo Tadeu, apresenta os livros “A voz dourada das cidades” e “32 cartas”. Já às 17h, será realizado um bate-papo sobre jornalismo cultural independente, durante o lançamento da Revista Mitocôndria. O escritor congonhense Rafael Senra lança, às 19h, o livro “Olhar de Bicicleta”.

No último dia da FLIC, o escritor Luis Miguel, de Belo Vale, lança, às 17h, o livro “Aurora, Simplesmente Mãe”. Em seguida, o congonhense André Candreva conversa sobre o “Trem do Bispo: nos trilhos da fé”. Para encerrar a programação, às 19h, a Banda Sinfônica da Secretaria Municipal de Educação fará um cortejo literário.

Bibliotecas comunitárias

Na quinta-feira, 19, a Biblioteca Comunitária Sra. Ana de Oliveira Pimenta Cardoso, da Vila Cardoso, recebe uma série de atividades a partir das 14h, com contação de histórias, oficina de marcadores de página e bingo literário.

Já na sexta-feira, 20, é a vez da Biblioteca Comunitária Mestre Aleijadinho, no Dom Oscar. A partir das 14h terá contação de histórias, oficina de dobradura e brincadeiras antigas.

Baixe aqui a programação completa da 4ª Festa Literária de Congonhas.

Publicado em Eventos

Com uma programação que valoriza a literatura local, a 4ª Festa Literária de Congonhas (FLIC) já tem data marcada: de 19 a 22 de outubro os amantes da leitura vão poder debater assuntos contemporâneos, conhecer o que há de novo no mercado editorial e trocar experiências. O evento, que este ano tem como tema a “História, Memória e Literatura”, será realizado não só no Museu de Congonhas, mas também nas Bibliotecas Comunitárias dos bairros Dom Oscar e Vila Cardoso. A FLIC é uma realização do Governo Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Educação em parceria com o Museu de Congonhas e a FUMCULT.

A escritora Laura Conrado dará início a uma programação diversificada. Nesta quinta-feira, 19, às 14h30, a autora fará um bate-papo com o tema “A força das histórias”. Celebrada pelos leitores e pela mídia como um importante nome entre o público jovem, Laura conquista leitores com a maneira divertida com a qual consegue abordar temas profundos.

No mesmo dia, às 17h30, acontecerá a abertura oficial da FLIC, seguida por uma série intensa de atividades literárias. A autora Rosana Mont’Alverne irá ministrar uma palestra com o tema “O contador de histórias e a descoberta da literatura na infância”, às 18h. Em seguida, será realizado um bate-papo com convidados congonheses, que vão conversar sobre histórias, personalidades e mitos que alimentam as referências e o imaginário da cidade de Congonhas. O primeiro dia da Festa será encerrado, às 20h, com o espetáculo vencedor do edital ‘Congonhas faz Cultura’, “Brejo das Almas” do Grupo de Teatro Boca de Cena, com realização do Instituto Profarte e patrocínio da FUMCULT.

O segundo dia da FLIC será marcado por um bate-papo, às 15h, com o escritor e jornalista mineiro, Leo Cunha, sobre a criação do livro “Um dia, um rio”. Já às 17h, a conversa será com a escritora Marina Carvalho, sobre literatura nacional e a valorização dos escritores brasileiros contemporâneos. Mais tarde, às 19h, o promotor de justiça da Comarca de Congonhas Vinícius Alcântara Galvão lança o livro “O Júri e sua retórica.

O fim de semana também será repleto de novidades. O sábado, 21, será marcado por lançamentos de diversas obras. Às 16h o escritor belo-horizontino, Aguinaldo Tadeu, apresenta os livros “A voz dourada das cidades” e “32 cartas”. Já às 17h, será realizado um bate-papo sobre jornalismo cultural independente, durante o lançamento da Revista Mitocôndria. O escritor congonhense Rafael Senra lança, às 19h, o livro “Olhar de Bicicleta”.

No último dia da FLIC, o escritor Luis Miguel, de Belo Vale, lança, às 17h, o livro “Aurora, Simplesmente Mãe”. Em seguida, o congonhense André Candreva conversa sobre o “Trem do Bispo: nos trilhos da fé”. Para encerrar a programação, às 19h, a Banda Sinfônica da Secretaria Municipal de Educação fará um cortejo literário.

Bibliotecas comunitárias

Na quinta-feira, 19, a Biblioteca Comunitária Sra. Ana de Oliveira Pimenta Cardoso, da Vila Cardoso, recebe uma série de atividades a partir das 14h, com contação de histórias, oficina de marcadores de página e bingo literário.

Já na sexta-feira, 20, é a vez da Biblioteca Comunitária Mestre Aleijadinho, no Dom Oscar. A partir das 14h terá contação de histórias, oficina de dobradura e brincadeiras antigas.

Baixe aqui a programação completa da 4ª Festa Literária de Congonhas.

Publicado em Eventos

O Dia do Idoso, celebrado 1º de outubro, é uma data que marca a promulgação do Estatuto do Idoso.

Para comemorar, o Centro de Referência do Idoso (CRI) preparou uma programação especial durante esta semana.

Participe!

A imagem pode conter: texto


Página 1 de 15

Indicador Congonhas

O Indicador Congonhas é um portal criado pela jornalista Maria Clara Evangelista com o intuito de informar os internautas, principalmente os que moram em Congonhas e nas cidades vizinhas. Aqui você encontra notícias, atualizações sobre o trânsito e a BR 040, colunas, agenda de eventos, catálogo online, fotos e muitos mais. Faça um tour pelo nosso site e conheça o mais completo portal de informações de Congonhas!

Newsletter Indicador

Assinando o serviço de newsletter você não perderá as principais notícias do Indicador Congonhas, elas serão enviadas diretamente para seu e-mail! Para isso basta cadastrar seu e-mail no campo abaixo. O serviço é grátis!

Indicador Congonhas Instagram