Suspeita de meningite causa sofrimento à família de Congonhas e prefeitura estuda ações preventivas e vacinais

Avalie este item
(2 votos)

Após a morte de uma criança e a internação da irmã dela, esta semana, a Secretaria Municipal de Saúde de Congonhas informa que aguarda a divulgação do resultado dos exames realizados em Belo Horizonte

para tomar novas medidas necessárias, já que a equipe de epidemiologia tem se cercado das precauções cabíveis com relação aos familiares, profissionais de saúde e outras pessoas que tiveram contato com a vítima, para o caso de haver confirmação do diagnóstico sugerido de meningite. Esta equipe tem mantido contatos constantes com o hospital na capital mineira.

A vítima fatal foi atendida na UPA 24 de Congonhas e em seguida, encaminhada para o Hospital Bom Jesus, onde apresentou piora do quadro clínico, sendo transferida para o Hospital do IPSEMG, em Belo Horizonte. A irmã dela também passou pela UPA e, em decorrência da gravidade do caso, também foi transferida direto para o mesmo hospital em Belo Horizonte. Informações preliminares dão conta de que o quadro da irmã apresenta melhoras. Os exames desta também são aguardados.

A Secretaria de Saúde informa, em nota oficial, que buscará, de acordo com o resultado dos exames, ações preventivas e até vacinais para a cobertura profilática necessária.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e óculos


Alerta

A garota Ellen de Andrade tinha 11 anos e era aluna do 6º ano do Colégio Arcebispo Dom Oscar de Oliveira. A menina faleceu na quinta-feira 04/01 e foi sepultada em Pereirinha, distrito de Entre Rios de Minas.

Em áudio que circula nas redes sociais a mãe da criança lamenta a morte da filha e mesmo em um momento de muita dor, busca tranquilizar a população, que entrou em alerta com a circulação da informação extraoficial de que a garota e a irmã dele que está internada, teriam contraído meningite.

Com a voz embargada pela dor, a mãe disse que nunca imaginou passar por um sofrimento deste neste ano, agradece o apoio recebido, busca tranquilizar a cidade e critica quem em um áudio que circula na internet, que na sua opinião, estaria levando pânico à população ao mesmo tempo em que cita o nome de uma clínica particular onde vende a vacina contra a doença. Sílvia afirma que ainda não foi divulgado o diagnóstico preciso da doença que acometeu suas filhas Ela se emociona ao falar que está no hospital com sua outra filha, Camile. A boa notícia é que o quadro da Camile está estável, com bons resultados de exames; porém ela deverá ficar internada até a próxima quarta-feira (10).


Preconceito

O desconhecimento de informação sobre a meningite leva ao preconceito. È grande o temor do contágio, fazendo com que pessoas evitem qualquer proximidade até mesmo com vítimas fatais da doença.

Em sua página em uma rede social uma tia de Ellen publicou um desabafo sobre o assunto, deixando claro que a família enfrentou a situação de pessoas que não comparecerem ao velório e enterro da criança, por medo de “pegar meningite”. Já a mãe, afirma entender aqueles que não foram ao sepultamento.

Fonte: Fato Real

Banner Direita Interna 11
Banner Direita Interna 12
Banner Direita Interna 13
Banner Direita Interna 21
Banner Direita Interna 22
Banner Direita Interna 23

Indicador Congonhas

O Indicador Congonhas é um portal criado pela jornalista Maria Clara Evangelista com o intuito de informar os internautas, principalmente os que moram em Congonhas e nas cidades vizinhas. Aqui você encontra notícias, atualizações sobre o trânsito e a BR 040, colunas, agenda de eventos, catálogo online, fotos e muitos mais. Faça um tour pelo nosso site e conheça o mais completo portal de informações de Congonhas!

Newsletter Indicador

Assinando o serviço de newsletter você não perderá as principais notícias do Indicador Congonhas, elas serão enviadas diretamente para seu e-mail! Para isso basta cadastrar seu e-mail no campo abaixo. O serviço é grátis!

Indicador Congonhas Instagram