Está chegando a hora de iniciar mais uma viagem pela Estação da Leitura! E neste ano, o trem do conhecimento expande as suas trilhas partindo de Congonhas e percorrendo as cidades de Jeceaba e Conselheiro Lafaiete, embarcando novos passageiros numa viagem pelo mundo da literatura.

O projeto acontece entre os dias 23 de novembro e 9 de dezembro com o objetivo de incentivar e promover o hábito da leitura. Esta será a 4ª edição do Estação da Leitura, idealizado pela Associação Amigos da Biblioteca Djalma Andrade, viabilizado através do Fundo Estadual de Cultura, com assessoria da Cozinha de Projetos Arte A La Carte e apoio da LGA – Mineração e Siderurgia, In Group Brasil e Uninter.

Este ano a viagem será cheia de novidades, além de se expandir para mais duas cidades, o Estação da Leitura promoverá o lançamento do primeiro livro da escritora congonhense Kênia Nunes Souza, com a obra “Um presente especial” nas rodas de leituras infantis. A autora conta a história de Ana e Maria, duas amigas inseparáveis que em um complicado momento de suas vidas conseguiram superar as dificuldades com muita força de vontade e criatividade.

Completando o quadro de autores desta edição, o projeto recebe Robson Sant'Anna, escritor carioca que atualmente reside em Congonhas e embarcará com o livro “Uma outra história de amor” para as rodas de leitura com os adultos. O romance, de narrativa envolvente e objetiva, coloca o leitor num convívio íntimo com os personagens Alex, Matt e seus familiares.

Na programação do Estação da Leitura, além das rodas infantil e adulto, serão realizadas apresentações artísticas com adaptação das obras lidas. A Companhia Nau dos Sonhos fará uma intervenção teatral sobre o livro infantil “Um presente especial”. O grupo é composto por artistas e educadores formados pelo curso de Artes Cênicas da Universidade Federal de Ouro Preto e se diferencia por aliar a educação patrimonial ao teatro infantil e de bonecos.

Já a adaptação cênica e musical do livro adulto “Uma outra história de amor” ficará por conta do grupo Trem de Histórias, formado por contadores e cantadores que há 15 anos se dedicam, de forma muito bem humorada, a promover a literatura através de projetos de incentivo à leitura.

Todos os adultos e crianças participantes do Estação da Leitura terão a oportunidade de conversar com os autores.

Confira a programação e participe!


CONGONHAS - 23 a 25/11
Rodas de Leitura na Estação de Trem de Lobo Leite
Adultos: dias 23 e 24/11 das 19h30 às 21h - Dia 25/11 das 14h30 às 18h
Crianças: dia 25/11 - das 9h30 às 12h

LAFAIETE - 30/11 a 02/12
Escola UNINTER - Rua Barão de Suassuí, 436 - Bairro Santa Efigênia
Adultos: dias 30/11 e 01/12 das 19h30 às 21h - Dia 02/12 - das 14h30 às 18h
Crianças: dia 02/12 - das 9h às 12h

JECEABA - 7 a 9/12
Caetano Lopes - na Escola Municipal Armênia Dias Lobo
Adultos: dias 7 e 8/12 das 19h30 às 21h - Dia 9/12 - das 14h30 às 18h
Crianças: dia 9/12 - das 9h30 às 12h

Serviço
Projeto Estação da Leitura
Assessoria de Imprensa: Hiper Teia Comunicação Integrada
Jornalista responsável: Janice Miranda (31) 99821-0976

Publicado em Ultimas de Congonhas

O fim de semana foi de aventura em Lobo Leite, com a realização do 10° Circuito Mineiro de Trekking. Equipes profissionais e amadoras participaram das provas, passando por, aproximadamente, 8 km de trilhas e encarando os desafios do percurso. No sábado, 11, aconteceu a Etapa Especial Noturna e a chuva não foi um empecilho para os competidores, que gostaram do desafio. Já no domingo, 12, durante a 10ª etapa, os participantes foram surpreendidos pelo sol e pela emoção de atravessar um curso d’água. A final da competição, que acontece durante todo o ano em cidades históricas mineiras, será realizada no dia 10 de dezembro, em Caeté. O evento foi uma realização do Minas Trekking, com apoio da Prefeitura e da FUMCULT.

No primeiro dia, participaram, oito equipes de Congonhas. Já no segundo, foram 12 grupos locais. Para o Diretor de Turismo, Chico Barbosa, este “É um evento muito importante para Congonhas e, principalmente, para a comunidade de Lobo Leite. Estamos muito felizes com a equipe do Minas Trekking e com a população de Lobo Leite. Foi muito legal”.

http://www.congonhas.mg.gov.br/wp-content/uploads/2017/11/23415500_1485552841494577_2984024695227939000_o.jpg

A organizadora e diretora de prova do Minas Trekking, Tatiana Matias de Oliveira, destacou o envolvimento e apoio do Governo Municipal e participação da comunidade, que prestigia e valoriza a história da cidade. Ela também explicou o que é a prática do trekking. “É uma prova de caminhada de regularidade. É um percurso pré-determinado, com equipes de três a seis pessoas que cumprem metro a metro desse percurso. Além de fazer metro a metro, eles têm que cumprir a velocidade para cada trecho. O campeonato tem 12 etapas, que passa por cidades históricas de Minas Gerais durante todo o ano. O primeiro desafio é entre a equipe e depois é passar pelos desafios naturais, como a chuva, o rio e a lama”, completa.

Moradores de Belo Horizonte, Elder Oliveira e Cristiane Alves participam da competição há 12 anos. Para eles, a chuva que atingiu o distrito no sábado à noite foi desafiadora. “É mais complicado, porque durante a prova a planilha molha e temos dificuldade de fazer anotações. Aumenta a dificuldade”, explica.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e atividades ao ar livre

O domingo foi dia de novas experiências para quem nunca praticou trekking. Morador de Lafaiete, Jean Lucas, participou pela primeira vez da competição. “Gostei demais e na próxima, vou participar. Eu pensei que só uma pessoa entrava no rio, que fazia parte do percurso. Vou embora molhado, mas gostei demais”, conta.

A moradora de Congonhas e integrante da equipe “É Nois No Trekking”, Adriele Souza, também estreou na prova. “É ótima, eu adorei! As equipes estão muito bem preparadas e o circuito é bem sinalizado. Não precisa tanto preparo físico para concluir a prova. Vou participar das próximas. Atravessar o rio deu muita emoção”, destaca.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas em pé

Classificação:

Sábado (11/11)

Categoria Trekkers: 1° Os Bolhas; 2° MPC Brasil; e 3° Sol Na Jaca.

Categoria Graduados: 1° Mercenárias; 2° Atrasados? Corre Negada!; e 3° Mochila e Trilha.

Categoria Elite: 1° Sabara.net; 2° Os Manacuruicas; e 3° Chucrute A Mineira.

Domingo (12/11)

Categoria Elite: 1° Chucrute A Mineira; 2° Trekking Team; e 3° Leão da Montanha.

Categoria Graduados: 1° Mercenárias; 2° Bússola Di Oro; e 3° Mochila e Trilha.

Categoria Trekkers: 1° Lacerdas&Cia; 2° Os Bolhas; e 3° Sabará Adventure.

Publicado em Ultimas de Congonhas

Lobo Leite receberá a 10ª edição do Circuito Mineiro de Trekking nos dias 11 e 12 de novembro. As equipes de Congonhas interessadas em participar poderão se inscrever gratuitamente e deverão preencher o formulário abaixo e enviá-lo para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. A inscrição também pode ser feita até o dia 9 de novembro, das 9h às 17h, na Diretoria de Turismo, localizada na Romaria. Os demais interessados deverão se inscrever pelo site www.minastrekking.com.br. O valor da taxa será de R$ 60 por integrante da equipe até o domingo que antecede a data de realização da prova. Quem tiver interesse no esporte poderá, ainda, fazer um curso gratuito. O evento é uma realização do Minas Trekking, com apoio da Prefeitura e da FUMCULT.

Provas

A prova noturna será realizada no sábado, 11. A partir das 18h, será feito o check-in para atendimento das equipes. Já às 20h, será dada a largada. Esta etapa soma ponto na classificação do 2º semestre e na classificação anual para as categorias Elite e Graduados.

No domingo, 12, acontecerá a 10º Etapa do Circuito Mineiro de Trekking. O check-in para atendimento das equipes será aberto a partir das 8h, sendo que a largada será às 9h.

O percurso será divulgado em breve.

Largada

O ponto de largada, chegada e concentração das equipes será na Praça da Igreja Nossa Senhora da Soledade, em Lobo Leite, à Rua dos Ferroviários, 310.

O horário de largada das equipes nos GRIDS será definido da seguinte maneira: na Etapa Noturna, os cinco primeiros melhores classificados no segundo semestre até o momento. O da 10º Etapa corresponde aos cinco melhores classificados da 9º etapa, sendo ambos seguidos pelas equipes conforme ordem cronológica das inscrições.

O Esporte – Enduro a pé ou Trekking de regularidade

A prova de enduro se resume em realizar um percurso pré-determinado pela organização através de uma planilha de orientação, superando obstáculos naturais e percorrendo estradas, trilhas, riachos, montanhas, etc.; com o tempo mais próximo do ideal estabelecido. Não é uma prova de velocidade e sim de orientação e regularidade, onde são fornecidas velocidades médias, e distâncias entre referências que constam na planilha de orientação, possibilitando a equipe calcular o tempo exato de passagem em cada ponto.

Curso gratuito

O Minas Trekking irá oferecer um curso teórico de navegação e técnicas do esporte Enduro a Pé. Os participantes aprendem como realizar os cálculos dos tempos ideais, as informações necessárias para começar a praticar o Enduro a Pé e como utilizar os equipamentos como a bússola.

Para moradores de Congonhas, o curso será realizado no dia 8 de novembro, em duas opções de horário: das 16h às 18h ou das 19h às 21h, na Romaria.

Para se inscrever nos curso e receber o material didático do esporte basta enviar um e-mail com o nome completo para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Publicado em Eventos

Na madrugada deste domingo, dia 20, dois homens ocupando uma caminhonete Ford/Pampa entraram em um posto de combustíveis localizado na Avenida Maria Firmina,

Publicado em Ultimas de Congonhas

Durante o evento do Prêmio de Literatura do Governo de Minas Gerais, cuja ganhadora do conjunto da obra foi a escritora Adélia Prado, Congonhas foi agraciada pelo Edital de Criação de Bibliotecas Públicas Municipais. A Biblioteca Cônego Luiz Vieira da Silva, de Lobo Leite, receberá 1.090 itens, entre livros em impressão comum e em braile, periódicos, CDs, DVDs, e audiolivros. Outras quatro cidades também foram contempladas pelo programa: Córregos Dantas, Formiga, Belo Vale e Jaboticatubas. A cerimônia, que aconteceu na noite dessa quarta-feira, 28, na Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais em Belo Horizonte, contou com a presença do secretário estadual de Cultura, Ângelo Oswaldo, da secretária municipal de Educação, Maria Aparecida Resende, e da Diretora da Biblioteca Djalama Andrade, Cristiane Melo, que receberam a entrega simbólica dos livros.

O secretário estadual de Cultura, Ângelo Oswaldo, destacou que Lobo Leite foi um Arraial do século XVIII e que, na época, era chamado de Soledade. Lá nasceu o Cônego Luís Vieira da Silva, inconfidente responsável pela mais importante biblioteca de Minas Gerais daquela época, que tinha em seu acervo as principais ideias do Enciclopedismo, Iluminismo, Revolução Francesa e Inconfidência Mineira.

A secretária municipal de Educação, Maria Aparecida Resende, disse que receber essa biblioteca engrandece o trabalho realizado no Município em prol da leitura. O acervo dará continuidade aos projetos já desenvolvidos em Congonhas e fará parte da rede de bibliotecas municipais. A premiação de Congonhas no edital de Criação de Biblioteca Pública Municipal foi um reconhecimento do trabalho desenvolvido no Município.
Aparecida enfatizou, ainda, a importância do espaço escolhido para abrigar a biblioteca, onde funcionava a Estação Ferroviária. "Antes, as pessoas saíam e chegavam para realizar sonhos. Não diferentemente, o novo espaço levará os leitores a grandes viagens, melhorando a escrita e a oralidade, entre tantas outras realizações que a leitura proporciona. O encantamento e a história estarão presentes na biblioteca, onde o sorriso e o conhecimento caminharão juntos", destacou.

A Diretora do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas Municipais, Cleide Fernandes, destacou a leitura como necessidade básica. Segundo ela, o acesso aos bens de leitura é um direito de todos os cidadãos e a biblioteca pública é o espaço privilegiado de acesso à leitura, literatura e informação. Por isso, investir na criação desses espaços é garantir esse direito aos mineiros, principalmente aos moradores de distritos e localidades carentes de equipamentos culturais.




Biblioteca Cônego Luiz Vieira da Silva

A inscrição no edital de Criação de Bibliotecas Públicas Municipais foi realizada após estudos das condições do prédio onde será a Biblioteca Cônego Luiz Vieira da Silva. A Prefeitura Municipal de Congonhas fará a pintura e os pequenos reparos, em consonância com as normas patrimoniais, já que o prédio é tombado pelo Patrimônio, para adequação dos materiais da biblioteca e atendimento ao público.

A inauguração está prevista para o início de agosto. Todos os projetos já desenvolvidos na Estação Ferroviária de Lobo Leite, como Pata da Loba e Laboratório de Multimídia, permanecerão no local, agora, com um ambiente a mais, a Biblioteca Cônego Luis Viera da Silva.

Congonhas conta com uma Biblioteca Pública Municipal, duas Bibliotecas Comunitárias (uma no bairro Dom Oscar e outra no bairro Vila Cardoso), 32 bibliotecas escolares e uma Biblioteca de Referência do Museu de Congonhas. A rede possibilita aos cidadãos o acesso não só à leitura, mas também à pesquisa de referências e obras raras.

A Secretaria Municipal de Educação e todas as bibliotecas, periodicamente realizam eventos literários para aproximação do leitor e ocupação cultural desses espaços públicos. Exemplo disso é a Festa Literária de Congonhas, evento já inserido no catálogo estadual de festivais literários, e a Semana do Livro e da Leitura, realizada nas bibliotecas comunitárias.

Publicado em Ultimas de Congonhas

Foi inaugurado, no dia 07/04/17, mais um ponto de Registro de Ocorrências (REDS) da Polícia Militar, localizado às margens da MG-030, na entrada principal da empresa Usiminas Mecânica, no bairro Lobo Leite em Congonhas. O 4º Pelotão PM Mat, também utilizará o local para registros de ocorrência


A Estação Ferroviária de Lobo Leite irá abrigar, em breve, uma nova biblioteca pública, que receberá o nome de Cônego Luiz Vieira da Silva. O anúncio foi feito pela secretária municipal de Educação, Maria Aparecida Resende, nessa quinta-feira, 23, aos alunos da Escola Municipal Amynthas Jacques de Morais. Serão doados R$ 50 mil em livros e materiais didáticos, adquiridos pelo Governo Municipal por meio do edital de Criação de Bibliotecas Públicas Municipais do Estado de Minas Gerais, que contemplou apenas cinco cidades mineiras. O material deve ser entregue em, aproximadamente, três meses.

Estiveram presentes, ainda, a diretora da E.M. Amynthas Jacques de Morais, Maria de Fátima Gonçalves Lobo; a responsável e voluntária de Projetos Sociais e Culturais, Maria Efigênia Santana Peixoto; a diretora da Biblioteca Municipal Djalma Andrade, Cristiane Melo; o assessor da Secretaria de Educação Renan Souza Mercês; e a funcionário da Estação Ferroviária de Lobo Leite, Beatriz de Fátima Ferreira Basílio.

A imagem pode conter: 29 pessoas, pessoas sorrindo



O nome da biblioteca é uma homenagem a Cônego Luiz Vieira da Silva, nascido no Arraia de Soledad, onde hoje se encontra Lobo Leite. Ao lado de Cláudio Manoel da Costa, Inácio José de Alvarenga e Tomas Antônio Gonzaga, ele apoiou Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, durante Inconfidência Mineira, que marcou a história de Minas Gerais.

A Secretaria Estadual de Cultura elabora editais destinados às prefeituras que tenham interesse em criar bibliotecas públicas municipais. Devem ter prioridade os municípios que não possuem nenhuma biblioteca pública municipal. No entanto, as prefeituras que já têm este serviço podem participar com o objetivo de criar uma sucursal, preferencialmente em distritos ou na zona rural.

Publicado em Ultimas de Congonhas

Nesta terça-feira, dia 21, militares de Conselheiro Lafaiete foram

Publicado em Ultimas de Congonhas

Foi realizada a avaliação do segundo de seis roteiros turísticos elaborados pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável (SDS), através da empresa Esfera Consultoria. A comissão avaliadora já esteve em Lobo Leite. 


Esta etapa da roteirização abrange o percurso da Estrada Real, em que se insere o Distrito de Lobo Leite. As ações desenvolvidas pelo Governo Municipal, em parceria com sociedade civil e a iniciativa privada, incluem todo o patrimônio histórico de Congonhas e visam a aumentar a permanência dos turistas na cidade. Já haviam sido avaliados o Museu de Congonhas, o trecho de Estrada Real que liga Congonhas ao Alto Maranhão e o Esmeril.

A comissão de avaliação do roteiro que abrange Lobo Leite foi formada pelo diretor municipal de Turismo, Saint`Clair Borges; o assessor desta Diretoria, Marcelo Maciel; o diretor municipal de Patrimônio, Luciomar Sebastião de Jesus; e Antônio Maria, membro do Conselho Municipal de Turismo e ex-vereador. Estes roteiros são construídos em conjunto com o trade turístico, sociedade civil, setor público, privado e associações ligadas ao turismo.

Em Lobo Leite, a equipe visitou a Igreja de N. Sra. da Soledade, cujas características apontam que sua edificação teve início na primeira metade do século 18. Em seu interior, destaca-se a imagem da padroeira de mesmo nome. Esta é a única representação que se tem na região da Santa, com vestimentas na cor preta, simbolizando a dor e o luto de Maria, após a morte de seu filho, Jesus. Também se sobressai na nave daquela igreja tombada pelo Iepha o púlpito, com sua escadaria suspensa, feita em pedra-sabão e os altares em estilo rococó.

Em seguida, a comitiva seguiu para a Casa do Inconfidente Cônego Vieira, que se localiza do lado de cima da igreja. Seu proprietário no século 18 teve o nome relacionado em uma lista para ser ouvido no tribunal da Corte portuguesa que julgava os inconfidentes, mesmo sem a existência de provas contra ele. Cônego Vieira ficou famoso, pois segundo os historiadores, ele participou indiretamente do movimento da Inconfidência Mineira, assim como tantas outras pessoas que não tiveram seus nomes registrados pela historiografia.

O terceiro e último local visitado foi a Estação Ferroviária de Lobo Leite, que durante muito tempo funcionou como embarque e desembarque de passageiros e de carga que abastecia a região. Atualmente, ela funciona como espaço dedicado a cultura e artesanato. Ali acontecem oficinas de pintura e bordados.

“A comissão está avaliando os roteiros e levantando os fatores positivos e negativos. Após obtermos essas respostas dos avaliadores, iremos voltar a cada ponto citado por eles e verificar a necessidade de se realizar ou não uma melhoria na infraestrutura dos roteiros. Seja da parte do poder público ou da iniciativa privada. Nossa ideia é produzir uma folheteria específica para cada roteiro. Assim, o turista poder]á cumprí-lo, dentro do que chamamos de autoguiado, ou seja, sem a necessidade de uma agência”, explica o diretor municipal de Turismo, Saint`Clair Borges.

Publicado em Ultimas de Congonhas

O “trem” da leitura passou pela Estação Ferroviária de Lobo Leite no último sábado, 29, carregado de passageiros de todas as idades que se divertiram com contação de histórias, música de qualidade e claro, muita literatura, na 3ª edição do Projeto Estação da Leitura.

A iniciativa, da Associação de Amigos da Biblioteca Djalma Andrade, de Congonhas, foi viabilizada através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura e patrocinada pela Gerdau. A associação conta, também, com a parceria da Cozinha de Projetos Arte A La Carte e com os apoios da LGA Mineração e Siderurgia, Hiper Teia Comunicação e da Panificadora Santo Afonso.

Nesta terceira viagem, que aconteceu de 27 a 29 de outubro, foram lidas as obras de dois autores mineiros, um com a temática infantil e outro com conteúdo voltado para o público adulto. O escritor Leo Cunha, trouxe o livro infantil “Castelos, princesas e babás” e Marcílio França Castro, o livro “Histórias Naturais”, para os adultos. Estas obras foram lidas na rodas de leituras com o auxilio da leitura-guia e atriz Regina Bahia para as crianças, e da cantora Marianna Leporace para os adultos.

“Eu amo esse projeto. Gosto da ideia e de como ele é desenvolvido. Gosto muito de ler, mas acho que ler em grupo é ainda mais prazeroso. Acho que o Estação da Leitura tinha que acontecer todos os meses. (rs). Enfim, só tenho elogios a fazer”, afirmou a comerciante do bairro Jardim Vila Andreza, Vera Lúcia Silva.



Cerca de 100 passageiros, entre crianças e adultos, participaram das rodas de leitura e puderam conhecer e conversar com os autores, que também autografaram seus livros. Além disto, o grupo de contadores Trem de Histórias apresentou uma releitura bem humorada do livro infantil “Castelos, princesas e babás”.

“Gostei demais da história e dos personagens. Essa é a segunda vez que eu participo e toda vez que tiver eu quero participar também. Gosto muito de ler, de ver o pessoal cantando. Eu me diverti muito”, contou a pequena Ana Sofia Huanda Claudina, de 8 anos.

Já os adultos foram surpreendidos com um show emocionante da cantora carioca Marianna Leporace com o violinista congonhense Filipe Marlon, que trouxeram um belo repertório com canções brasileiras como “Encontros e Despedidas” de Maria Rita e a “Canção da América” de Milton Nascimento, em que todos cantaram juntos e se emocionaram.

“Para mim foi um privilégio, um presente participar desse trabalho extremamente bem organizado, fino, sofisticado e ao mesmo tempo aberto, incluindo toda a população. Todo pra todo mundo que quis vir, ler e bater um papo sobre literatura foi bem vindo. Seria muito bom que varias cidades pudessem ter um projeto de encontro entre leitores e autores como eles conseguiram fazer aqui. Foi maravilhoso e eu agradeço pelo convite”, afirmou o escritor de “Histórias Naturais”, Marcílio França Castro.

Publicado em Ultimas de Congonhas

Página 1 de 2

Banner Direita Interna 11
Banner Direita Interna 12
Banner Direita Interna 13
Banner Direita Interna 21
Banner Direita Interna 22
Banner Direita Interna 23

Indicador Congonhas

O Indicador Congonhas é um portal criado pela jornalista Maria Clara Evangelista com o intuito de informar os internautas, principalmente os que moram em Congonhas e nas cidades vizinhas. Aqui você encontra notícias, atualizações sobre o trânsito e a BR 040, colunas, agenda de eventos, catálogo online, fotos e muitos mais. Faça um tour pelo nosso site e conheça o mais completo portal de informações de Congonhas!

Newsletter Indicador

Assinando o serviço de newsletter você não perderá as principais notícias do Indicador Congonhas, elas serão enviadas diretamente para seu e-mail! Para isso basta cadastrar seu e-mail no campo abaixo. O serviço é grátis!

Indicador Congonhas Instagram