Três homens foram presos na madrugada desta terça-feira suspeitos de participar do assalto a um caminhão dos Correios na Região Central de Minas. Dois deles foram levados para o posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Bairro Jardim Canadá, em Nova Lima, enquanto o terceiro precisou receber cuidados médicos.

O veículo foi interceptado na BR-040, altura de Barbacena. Os criminosos renderam o motorista e fizeram o transbordo da carga – aparelhos eletrônicos e telefones celulares que seriam entregues – para outros carros.

A PRF foi acionada e um cerco foi montado no viaduto da Mannesmann, mas os veículos conseguiram furar o bloqueio e só foram interceptados no Anel Rodoviário, altura do Bairro Betânia, em Belo Horizonte.

Três ocupantes de um Fiat Punto foram detidos. Parte da carga roubada foi recuperada e uma pistola 380 foi apreendida. De acordo com a PRF, comparsas do trio conseguiram escapar em outros veículos.

Dois dos suspeitos foram levados para um posto da PRF (Fotos: Oswaldo Diniz)

Fonte: Itatiaia

Publicado em Regional

A cadeia pública de Barroso, atualmente sob o comando da Secretaria Estadual de Administração Prisional (Seap), foi desativada na manhã desta quinta-feira 04/01.

Publicado em Ultimas de Congonhas

Na tarde da última sexta-feira, dia 24, dois irmãos foram presos em cumprimento de um mandado de busca e apreensão expedido pelo Juiz Dr. José Aluísio Neves Da Silva. A Polícia Militar compareceu em uma agencia de empréstimos consignados localizada na rua Doutor Melo Viana, no centro de Conselheiro Lafaiete, onde foram realizaram as buscas no imóvel citado, sendo encontrado um papelote de cocaína escondido atrás de um forno micro-ondas. Na parte de cima de um compartimento de gesso no banheiro, foram encontrados diversos pinos vazios e materiais para embalagem de drogas, que os irmãos negaram a propriedade.

Um possível golpe dos agentes financeiros foi revelado durante as buscas na agencia. A filha de um cliente compareceu ao local e aproveitando da presença policial, relatou que seu pai havia contraído um empréstimo consignado na agencia e que o mesmo estaria enfrentando problemas.

​Conforme suas declarações, na ocasião seu genitor contratou um empréstimo no valor de R$ 2.500,00 junto ao Banco BMG, através da agencia em questão, para ser descontados em parcelas no seu pagamento. Ele levou um susto quando recebeu uma ligação informando que o valor de R$18.500,00 solicitado já se encontrava a disponível em sua conta. Contudo, procurou a agencia e informou o erro, sendo solicitado a ele pelos irmãos R.F.A (de 34 anos) e R.A.F (35) que, juntamente com uma mulher de outra agencia de empréstimos, fossem até a Caixa Econômica Federal para realizar a transferência da quantia excedente, ou seja, R$ 16.500,00 para uma determinada conta que resolveria o problema, o que foi feito.

Após a transferência, crendo que o problema estivesse resolvido vieram às surpresas, os valores das mensalidades começaram a serem descontados sobre o valor total, não abatendo os valores devolvidos. Procurados, os envolvidos não resolveram o problema que já se arrasta há meses.

Em consulta aos prontuários dos envolvidos, foi constatado um mandado de prisão aberto em desfavor de um deles, R.A.F 35 anos. Os irmãos foram conduzidos a 2ª DRPC, e as queixas acrescentadas ao Boletim de Ocorrência que foi repassado a autoridade policial de plantão.

Fonte: AFX Notícias

Publicado em Regional

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu, em Piranga, na última terça-feira (03), cinco envolvidos,

Publicado em Ultimas de Congonhas

Aconteceu nesta quinta-feira, dia 21, a Operação Vertentes que foi desencadeada na área da 13ª RPM, que inclui a cidade de Congonhas, onde foram realizadas blitz, Operação Antidrogas; Operação Presença, foram cumpridos Mandados de Busca e Apreensão, visando à preservação da ordem pública, da incolumidade das pessoas e do patrimônio, tendo como principal alvo a diminuição da criminalidade violenta.

Na área da 9ª Cia PM Ind, foram apreendidos nove veículos, duas pessoas foram presas, um menor foi apreendido, vários materiais produto de furto e uma motocicleta que havia sido furtada em Belo Horizonte foi localizada na cidade de Moeda.

A imagem pode conter: 1 pessoa, céu, carro, árvore e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: tela, mesa e área interna

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, motocicleta e atividades ao ar livre


Mais quatro vereadores em Minas foram presos nessa quinta-feira (27) acusados de envolvimento em esquemas de corrupção. Desta vez, a Polícia Civil levou para a cadeia o presidente da Câmara de Santa Bárbara, na Região Central do estado, Juarez Camilo Carlos (PSDB), e mais três parlamentares da cidade.

Nos últimos 14 meses, nada menos que 24 vereadores de cinco municípios foram presos denunciados por crimes como compra de votos para a eleição da Mesa Diretora, e recebimento de propina e fraudes em licitações.

No caso de Santa Bárbara, além dos quatro vereadores presos, outros cinco parlamentares foram alvo de condução coercitiva. No total, nove dos 11 integrantes do Legislativo estão envolvidos nas fraudes investigadas pela Polícia Civil na Operação Entre Serras.

De acordo com a polícia, além de Juarez, foram presos os vereadores Luiz Fernando Hosken Fonseca (PSL), Ermelindo Francisco Ferreira (PSL) e Geraldo Magela Ferreira (DEM). Contra este último, conhecido como “Carrapicho”, o mandado era de condução coercitiva, mas ele foi preso em flagrante por ter uma arma de fogo em casa. Também foi preso o ex-presidente da Câmara José Ladislau Ramos (DEM).

Segundo o delegado Domiciano Monteiro, os crimes investigados incluem dispensa ilegal e fraude em licitação, interferência nas investigações, formação de organização criminosa, falsidade ideológica, falsificação de documentos, peculato, corrupção passiva e prevaricação. O atual e o ex-presidente da Câmara são acusados de fraudar licitação.

“A polícia acredita que o esquema passou de uma gestão para outra. Ficou bem claro que, apesar de serem grupos rivais politicamente, havia um esquema de corrupção contínuo na Câmara, independentemente da troca de comando”, disse.

De acordo com o delegado, além de fraude, foram descumpridas regras básicas na Câmara. Um dos contratos investigados é entre a atual administração e o cinema da cidade. Há indícios de que valores acima de R$ 100 mil do contrato de locação do imóvel, que pertence à Câmara, eram repassados de volta para o grupo político.

A operação também apura o pagamento indevido de diárias de viagens. Segundo o delegado, os vereadores protocolavam documentos e recebiam valores referentes a viagens que não realizavam.

“Vários vereadores já são réus em ação penal em virtude do recebimento indevido em 2013 e 2014. Neste ano, o esquema continuou sendo praticado”, diz. Na ação, consta que um dos parlamentares recebeu mais de R$ 100 mil em um ano.

Na operação, foram apreendidos documentos, celulares e computadores. Foram presas 10 pessoas, nove preventivamente e um em flagrante. Além dos vereadores foram presos o ex- procurador da Câmara Frederico Magalhães, candidato a prefeito na última eleição pelo PTC, os ex-chefes de gabinete Maria Aparecida Ferreira da Silva e Silva e Wilson da Silva Mota e o empresário Madson Geraldo Arcanjo.

Os vereadores Geraldo Magela Silva “Gegê da Ambulância” (PP), Timóteo de Lourdes Ferreira (PPS), Wellington Flávio Resende do Carmo (PP), Carlos Augusto Bicalho (PDT) e Luciano Pires da Silva Luiz (PHS) foram alvo de conduções coercitivas. Também conduzidos Guilherme Antônio de Assis (assessor de comunicação), Rosilene Aparecida Duarte Fernandes (servidora de RH), Ângela Maria Pereira (presidente da Comissão de Licitações) e Philipe Souza e Silva (chefe do Controle Interno).

A Operação Entre Serras é fruto de uma investigação que há um ano apura desvios que teriam sido cometidos por parlamentares, empresários e políticos da região. Participaram da operação 90 policiais do Departamento de Polícia Civil em Ipatinga.

Desde junho do ano passado, pelo menos quatro operações foram deflagradas em Minas para investigar crimes envolvendo vereadores. No maior dos esquemas, verificado em Governador Valadares, seis parlamentares foram presos acusados de receber uma espécie de ‘mensalinho’ da empresa de ônibus que opera na cidade.

No mês passado, três vereadores foram presos acusados de participação em esquema que fraudava notas fiscais de prestação de serviços para a prefeitura do município de Santa Rosa da Serra, no Triângulo.

Já em Frutal, também no Triângulo, sete vereadores eleitos foram presos, em dezembro do ano passado acusados pela Polícia Civil de compra e venda de apoio político para as eleições da Mesa Diretora da Casa para o biênio 2017 e 2018.

Em julho do ano passado, outros quatro parlamentares foram presos em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Eles são acusados de fraude em licitações do serviço de coleta de lixo na cidade.

Publicado em Regional

Dois homens foram presos suspeitos de envolvimento no roubo de uma carga dos Correios. Eles foram localizados na BR-040, em Nova Lima, Região Metropolitana de Belo Horizonte. A dupla e o material apreendido serão encaminhados à Polícia Federal (PF) na capital.

No início da manhã desta terça-feira, um motorista procurou a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e disse ter suspeitado de um Gol parado na rodovia, com o interior escuro. Uma viatura seguiu para a região do posto de fiscalização para abordar o motorista. “Ao dar ordem de parada, ele aumentou a velociade e jogou o veículo contra os policiais, eu e um colega”, explica o policial rodoviário federal Rodrigo Gonçalves.

Os policiais perseguiram o veículo até a pista marginal do Mix Garden, onde três homens desembarcaram. Um deles acabou detido no local, mas os outros fugiram a pé. “Posteriormente, dando a volta no sentido Rio, vimos um dos que estava no carro andando às margens da rodovia. Ele correu de novo e o prendemos”, explicou Gonçalves.

O carro estava cheio de mercadorias com etiquetas e selos dos Correios. O material ainda não foi contabilizado. “O veículo só tinha os dois assentos desocupados”, afirma. Além disso, o Gol usava placas clonadas e o dono reconheceu um dos suspeitos presos como autor do roubou, conforme o PRF Gonçalves.

Ainda segundo o policial rodoviário, a suspeita é de que os produtos sejam de um caminhão terceirizado dos Correios que foi alvo de um assalto hoje em Conselheiro Lafaiete, na Região Central de Minas.

O assalto

Na madrugada de segunda para terça-feira um motorista (34) relatou ter sido vítima de roubo quando conduzia o caminhão de uma transportadora que presta serviço aos Correios. Ele seguia pela BR 040 em sentido ao Rio de Janeiro, quando na cidade de Congonhas percebeu que estava sendo seguido por um grupo, aparentemente formado por 04 homens e 01 mulher em um veículo Gol.

Chegando a Joaquim Murtinho os bandidos interceptaram o caminhão e armados abordaram o motorista. Sob ameaças, a vítima foi obrigada a continuar o trajeto até uma estrada vicinal da localidade de Lage, área rural de Cristiano Otoni, onde todos desceram do caminhão e os autores arrombaram o baú, e roubaram vários objetos. Em seguida, os autores entraram novamente no veículo e seguiram em sentido a Belo Horizonte.

O motorista disse que durante a ação os criminosos abordaram um motociclista que passava pelo local e o ameaçaram. Porém, ele conseguiu anotar a placa do veículo em que os autores estavam. Assim que os autores saíram do local, a vítima acionou a Polícia Militar e repassou as informações, dando início ao rastreamento que resultou na localização do caminhão e várias mercadorias. Foi recebida a informação de que militares da Polícia Rodoviária Federal haviam feito a prisão de dois indivíduos na cidade de Nova Lima, suspeitos do roubo; um deles foi reconhecido pela vítima por meio de fotos.

Publicado em Regional

Dois homens foram presos preventivamente na manhã desta quinta-feira (6) suspeitos de furto e roubo de cobre na área da mineradora Vale S.A em Itabira, na região Central do Estado. O que chamou a atenção da polícia é que os suspeitos já haviam sido presos anteriormente pelo mesmo crime praticado no mesmo local.

Segundo informou a corporação, as investigações apuraram que, em janeiro deste ano, os suspeitos entraram na área da mineradora Vale e retiraram diversos materiais e ferramentas, além das chaves de uma caminhonete Hilux, que foi levada na ação. A investigação também aponta que a caminhonete foi usada para carregar uma bobina de cobre.

A polícia calcula que o prejuízo causado na época pelos suspeitos ultrapasse os R$ 200.000. "Como a caminhonete foi recuperada depois, esse prejuízo diminuiu", explicou delegado da Polícia Civil em Itabira Saulo Campos.
Em depoimento, um dos suspeitos negou o crime. "O mais velho alegou que estava na área da Vale para recolher as suas cabeças de gado, viu o material, resolveu descascar e levar para casa. O outro detido ainda não foi ouvido", revelou o delegado.

Os suspeitos, que já tem passagem por furto e roubo, já haviam sido presos praticando o mesmo crime no mesmo local. Agora, eles irão responder por furto qualificado de cobre e associação criminosa armada, chegando a pegar até 12 anos de prisão cada.

Fonte: O Tempo

Publicado em Regional

Com o crescente número de roubos a caminhões de transportadoras de silício em cidades do interior de Minas Gerais,

Publicado em Ultimas de Congonhas

Nesta quinta-feira, dia 16, após levantamentos do Serviço de Inteligência da 9ª Cia PM Ind,

Publicado em Ultimas de Congonhas

Página 1 de 4

Banner Direita Interna 11
Banner Direita Interna 12
Banner Direita Interna 13
Banner Direita Interna 21
Banner Direita Interna 22
Banner Direita Interna 23

Indicador Congonhas

O Indicador Congonhas é um portal criado pela jornalista Maria Clara Evangelista com o intuito de informar os internautas, principalmente os que moram em Congonhas e nas cidades vizinhas. Aqui você encontra notícias, atualizações sobre o trânsito e a BR 040, colunas, agenda de eventos, catálogo online, fotos e muitos mais. Faça um tour pelo nosso site e conheça o mais completo portal de informações de Congonhas!

Newsletter Indicador

Assinando o serviço de newsletter você não perderá as principais notícias do Indicador Congonhas, elas serão enviadas diretamente para seu e-mail! Para isso basta cadastrar seu e-mail no campo abaixo. O serviço é grátis!

Indicador Congonhas Instagram