Uma família lafaientese passa por momentos de tensão.  Isso porque Palloma Kerolayne, de 12 anos, saiu de casa ontem, dia 8, por volta de 13:30 horas, do bairro São João  e não retornou e também não deu notícias. Favor entrar em Contato 3198708-3965 Diomara (Mãe) ou 3198848-7078 Pamella (Irmã).


Na noite deste sábado, dia 21, a Polícia Militar recebeu uma ligação anônima informando que três crianças teriam sido abandonadas em um clube situado no bairro Tijucal.

Publicado em Ultimas de Congonhas

O CRAS Alvorada, que é um equipamento e assistência social da Sedas, em parceria com a Associação dos Moradores dos Bairros Rosário e Alvorada (AMORA), realizou a Festa da Criança nesse sábado, das 9h às 12h30, para cerca de 400 pessoas. Teve piscina com bolinha, cama elástica, escorregador, carinha pintada, desenho, brincadeiras com tarefas relâmpago, sendo que em uma delas quem levasse o animalzinho de estimação de casa rápido ganharia prêmios. E e ainda: distribuição de pipoca, algodão doce, cachorro quente e mais brindes, todos conseguidos através de doações.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado

“O CRAS Alvorada sempre prioriza as crianças. A festa neste formato realizamos há 2 anos. Para as crianças, não tem valor maior do que uma festa com esta. É muito interessante ver como elas se divertem, ficam alegres, e principalmente gratas de terem uma oportunidade com esta. Muitas crianças do bairro não têm acesso a brinquedos, a brincadeira, momentos de diversão. Infelizmente vivemos um período em que a infância está sendo roubada pela fome e a criminalidade. O objetivo deste evento é principalmente alegrar e ativar a criança que existe dentro de cada um, principalmente dentro delas mesmas, para que não se esqueçam de que têm de brincar, se divertir, sem se preocuparem com outras coisas”, afirma a coordenadora do CRAS Alvorada, Laila Ferreira. O secretário municipal de Desenvolvimento e Assistência Social, Ronaldo Assunção, prestigiou a festa.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, multidão e atividades ao ar livre

Publicado em Ultimas de Congonhas

Os pequenos receberam um presente antecipado de Dia das Crianças: neste domingo, 1° de outubro, foi realizada a Rua de Lazer no bairro Dom Oscar. O evento, feito em parceria entre a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, o SESC e o Sindicomércio de Congonhas, superou as expectativas e divertiu não só a criançada, mas também os adultos. A programação contou com diversas atrações, como pula-pula, cama elástica, pintura facial, xadrez, desenho e tênis de mesa.

Moradora do Dom Oscar, Fabiana Seabra levou as filhas Elisa, de 10 meses, e Heloísa, de 8 anos, para brincar. “O dia está muito legal. Está chegando o dia das crianças e muitas não podem participar de um evento como este. É um projeto bem bacana e pertinho de casa”, destaca. Heloísa completa: “Está sendo muito legal!”.

O secretário municipal de Esporte e Lazer, José Lúcio de Castro, frisa que o trabalho foi realizado em parceria com o SESC, o Sindicomércio e todos os setores da Prefeitura, de forma integrada. “Essa parceria é do SESC Minas com o Sindicomercio, representado pelo José Geraldo (Totó), que além de ser representante do comércio local, faz parte do Conselho Estadual. A Rua de Lazer está sendo realizada no Dom Oscar para manter uma rotatividade pela cidade. É uma atividade feita para toda a população de Congonhas. Ela já foi feita na Rodoviária e no Alto Maranhão. O público foi acima da expectativa”, completa.

O supervisor de recreação do SESC, Davidson Muller, disse que a Rua de Lazere superou as expectativas, atingindo um grande público. “Congonhas já é uma parceira do SESC há muito tempo. Todo ano trazemos a Rua de Lazer para cá, com entretenimento. Atende desde as crianças até os adultos. Trouxemos toda a estrutura e deu um público muito bom. Superamos as nossas expectativas. É bom tanto para a população de Congonhas quanto para o SESC”, ressalta.

Publicado em Ultimas de Congonhas

O fato aconteceu por volta das 10h45 deste domingo, dia 27, na cidade de Alfredo Vasconcelos/MG.

O pai deixou a criança dentro veículo GM/Meriva enquanto foi ao supermercado. Sozinho, o menino acabou acionado o dispositivo do vidro e ficou com o pescoço preso entre a janela e a porta em espaço de aproximadamente 5 cm.

​Um casal que passava pelo local visualizou a situação da criança e de imediato, enquanto o pai era localizado, conseguiram baixar o vidro da porta e liberar a criança. Por sorte a vida do menino, que já se encontrava em parada respiratória e dilatação do abdome, foi salva pelo casal que realizou respiração boca a boca na criança enquanto aguardava a chegada dos Bombeiros.

Com a chegada rápida da Unidade de Resgate (UR) sob o comando do Sargento Wellington, os primeiros socorros foram iniciados. Uma Unidade de Suporte Avençado do SAMU foi ao local do acidente, tendo o médico da unidade, Dr. José Luiz, realizado o monitoramento do estado de saúde da criança que após ser estabilizada, foi conduzida para a Santa Casa de Misericórdia de Barbacena com os sinais vitais preservados.

A criança se recuperou e foi submetida à RX da coluna cervical para isenção de duvidas.

Fonte: CDI News

Publicado em Regional

Um crime incomum e hediondo foi registrado neste fim de semana no bairro Ponte Chave em Carandaí, onde um homem de 33 anos de idade está sendo acusado de estupro de vuneravel, tendo como vítima a própria enteada de apenas doze anos de idade.

Segundo informações policiais, uma guarnição foi acionada na manhã de Sábado (12) onde a mãe da criança relatou aos militares que por volta de 19hs do dia anterior enquanto tomava banho, seu companheiro foi ao quarto da filha e acariciou as partes íntimas da garota.

Ainda segundo a mãe da criança, a garota teria sido ameaçada pelo homem caso contasse o fato a sua genitora, porém mesmo assim a garota contou o caso e a mãe acionou a polícia.

O acusado foi encontrado no local e ainda segundo informações policiais teria assumido o ato e relatou ainda ter se arrependido.

Diante dos fatos, o homem de 33 anos de idade recebeu voz de prisão e posteriormente encaminhado ao hospital Municipal Santana para exames de corpo de delito.

O conselho tutelar também foi chamado para acompanhar o caso e logo após o acusado foi encaminhado a delegacia de Polícia Civil na cidade de Conselheiro Lafaiete para as devidas providências.

Fonte: Carandaí Online

Publicado em Regional

O novo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) tomou posse para o biênio 2017/2019. A solenidade aconteceu na Casa dos Conselhos, nesta quinta-feira, 20. São dez conselheiros eleitos representando a Sociedade Civil, sendo cinco titulares e outros cinco suplentes, e mais dez representando o Governo Municipal, respeitando a mesma divisão.

Além dos conselheiros, estiveram presentes à solenidade o secretário Municipal de Desenvolvimento e Assistência Social (SEDAS), Ronaldo Assunção; o secretário adjunto, Henrique Marani; a diretora da Casa dos Conselhos, Fátima Mapa; a presidente do CMDCA até então, Celina Egídio; o secretário executivo do Conselho, Clézio Eusébio da Mata; e o vereador Lucas Santos Vicente (Lucas Bob).

As competências do CMDCA são: elaborar seu Regimento Interno e o Plano de Ação; gerir o fundo municipal, alocando recursos para os programas das entidades de atendimento, governamentais e não governamentais; proporcionar seminários, fóruns e demais formações voltadas ao estudo do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente); fiscalizar a execução da política municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente; organizar, coordenar, e fiscalizar a escolha dos membros do conselho tutelar; fiscalizar as atividades do Conselho Tutelar, visando a proporcionar aos conselheiros melhores condições de trabalho e, consequentemente, maior eficiência e eficácia; aprovar a concessão de auxílios e subvenções a entidades filantrópicas e sem fins lucrativos, atuantes no atendimento ou defesa dos direitos da criança e do adolescente; e oferecer subsídios para a elaboração de leis atinentes aos interesses das crianças e adolescentes.

Presidente do CMDCA no mandato que se encerrou e reconduzida a função de conselheira representando o Governo que acaba de tomar posse, Celina Egídio está no Conselho de forma alternada desde 2006 e já representou também a Sociedade Civil pela Pastoral do Menor. Durante este período, ela percebeu progresso nesta área. “Na última década, tivemos bastantes conquistas, como a abertura da Casa Abrigo, o Plano Decenal das Medidas Socioeducativas, o fortalecimento das entidades com novos projetos e recursos. A ideia agora é não deixar esta política pública definhar, para que as crianças não fiquem sem atendimento”, aponta.
Cleide da Silva Souza, fundadora e gestora do projeto Reciclando Vidas, presente atualmente em sete comunidades (Joaquim Murtinho, Alto Maranhão, Jardim Profeta, Lobo Leite, Campinho, Vila São Vicente e Pires), graças à parceria com a Prefeitura de Congonhas, empresas e voluntários, se candidatou novamente e foi reeleita membro do conselho pela necessidade que sente de acumular conhecimento. “Assim posso ajudar ainda mais as crianças. Ainda há muitas delas que precisam de cuidado para que não fiquem vulneráveis ao abuso e à exploração. As que recebem o apoio como o que oferecemos no Reciclando Vidas, graças a Deus, tornam-se adolescentes saudáveis e muitos deles estão trabalhando até mesmo nas empresas que nos apoiam, que são a Vale, a Gerdau, a Ferro + e a MRS, além da Prefeitura de Congonhas, que é nossa grande apoiadora. Outros ex-alunos nossos já estão casados e até já com filhos. Os Voluntários Vale nos ajudam com doação”, diz agradecida.



Para o secretário municipal de Desenvolvimento e Assistência Social, Ronaldo Assunção, “Governo e Sociedade Civil conseguiram muitos avanços nestes últimos quatro anos para a política dos direitos da criança e do adolescente. Mas 2017 só está se iniciando agora para esta área, em decorrência das mudanças que vêm acontecendo nos níveis federal e estadual de governo. Assinamos nesta quinta-feira os termos de fomento com as entidades, que estavam pendentes. São elas: Espaço Danças Clássicas, Garoto Cidadão, Casa de Convivência Dom Luciano, Centro de Apoio ao Menor de Congonhas (CEAMEC) e Reciclando Vidas. Repassamos a elas os recursos do Fundo da Infância e Adolescente (FIA) e de outras fontes. Peço a todos, mas especialmente aos conselheiros indicados pelo Governo, que tomem como exemplo estes que tiveram o mandato encerrado, que se dediquem como eles à tarefa. Até porque estaremos vivendo dias piores do que os que vivemos até 2015, agravados pelo congelamento dos recursos da Saúde, Educação e Assistência Social pelo Governo Federal, o que traz consequências para esta política dos direitos da criança e do adolescente”.

O vereador Lucas Bob mostrou estar acompanhando de perto a causa da criança e do adolescente. “Como representante do Legislativo, consigo perceber melhor que antes casos como os de crianças que sofrem abuso e exploração sexual ou outras violências, como a exposição ao tráfico de drogas, que deixa a todos nós de mãos atadas. Cito a importância de outro Conselho, o de Assistência Social para que a família tenha condições dignas de vida, com os pais tendo oportunidade de emprego, o que deve acontecer também para os filhos jovens, mas estes e as crianças precisam ainda ter todo acesso à educação, lazer e à saúde. Porque hoje sou eu que represento a juventude na Câmara Municipal, mas daqui a 10 anos precisaremos de outros jovens aptos para representarem esta parcela da sociedade lá e em todas as esferas de poder. Este problema que afeta a juventude não é de um ou de outro, é de todos nós. O CMDCA pode contar com o meu apoio para fazer valer o ECA”, afirmou.

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente foi instituído pela Lei Municipal Nº 2.106, de 7 de junho de 1996 e regulamentada pela Lei Nº 3.075, de 26 de abril de 2011.



Conselheiros empossados

REPRESENTANTES GOVERNAMENTAIS
Titular: Celina Egídio Costa
Suplente: Márcia Gonçalves Matosinhos
Titular: Laila Cristina Ferreira
Suplente: Maria Elízia Anunciação Silva
Titular: Márcia D'el Carmo Rodrigues
Suplente: Amilton Luis Fernandes Leite
Titular: Maria Inês Dias Moreira;
Suplente: Magna Aparecida de Matos
Titular: Marcelo Armando Rodrigues
Suplente: Aline Cristiane Esperandio

REPRESENTANTES NÃO GOVERNAMENTAIS
Titular: Daniela Polomino Junqueira
Suplente: Olívia Filomena Morais Lou
Titular: Daisy Cristina Clodomiro Oliveira
Suplente: Maria José do Nascimento
Titular: Cleide da Silva Souza
Suplente: Jayne Cristina Reis Braga
Titular: Marcelo Augusto Bastos
Suplente: Angelita Luciana Azevedo Oliveira
Titular: Márcio Ferreira Apolinário
Suplente: Mariane Ribeiro

Publicado em Ultimas de Congonhas

E o XXI Festival de Inverno de Congonhas continua!

Hoje, dia 20,  tem programação para a criançada!!

Às 15h acontece na Praça JK o espetáculo teatral "Show do Pirulito". As crianças vão dançar, brincar e cantar junto com o Palhaço Pirulito

A atração é gratuita.

Confira a programação completa do Festival de Inverno no link abaixo:
http://indicadorcongonhas.com.br/component/k2/item/4368-xxii-festival-de-inverno-de-congonhas-07-a-23-07


O que era para ser uma situação de busca de informações que ajudassem encontrar uma adolescente que havia desaparecido de casa tornou-se o registro de uma ocorrência surpreendente para policiais militares de baianoLafaiete, que pode ter ainda outros desdobramentos.

No final de semana foi registrado pela Polícia Militar o desparecimento de uma jovem chamada Alice, de 13 anos. Em busca de informações que pudessem ajudar por sua busca, uma equipe policial esteve nesta segunda-feira (8) na residência onde ela mora, em Gagé, quando um homem identificado como Eli (foto), que seria seu padrasto, disse suspeitar que a menina estivesse na casa de um vizinho, que poderia estar mantendo-a sequestrada, já que segundo ele, nutria uma admiração pela menina, inclusive dando dinheiro a ele, para ficando vendo-a de longe. Os policiais foram até a casa indicada, mas a menina não estava lá.

Os policiais receberam então a denúncia de que Eli, que tem apelido de “Cigano” mantinha uma arma de fogo em casa e voltaram à casa dele, onde foram localizados um revólver calibre .32 e duas munições intactas. Segundo policiais, ao entrarem na casa perceberam que era um local insalubre para a adolescente viver, já que há completa falta de higiene. “O local é ermo, isolado, no meio do mato. A casa é muito suja, estava toda escura, fechada, cheirando a fezes, totalmente insalubre”, afirmou um policial.


Cansada de apanhar

Diante deste cenário, os policiais entraram em contato telefônico com o Conselho Tutelar para alertar sobre a situação em que a adolescente que havia desaparecido vivia. Foi quando, de forma surpreendente foram informados por uma conselheira de que a menina estava com ela.

A garota havia dito que fugiu de casa no sábado (6) após apanhar novamente. Ela pediu abrigo a uma pessoa que posteriormente a encaminhou ao Conselho Tutelar. A garota contou ainda que tinha outros dois irmãos Y (11 anos) e R (8) que viviam com o padrasto sob as mesmas condições. O relato era de que as agressões eram frequentes.


Crianças agredidas

Com estas informações a equipe policial continuou os trabalhos e localizou na casa da namorada de Eli uma das crianças com sinais visíveis de agressão física, com lesões na face devido às agressões sofridas também pelo padrasto.

Eli disse que é padrasto da criança e que tem a guarda delas, mas, não apresentou nenhum documento que comprove sua afirmação.


Presos

Diante de toda situação encontrada pela equipe policial, receberam voz de prisão e foram encaminhados à delegacia: Eli Miranda Coelho (suspeito das agressões às crianças), o vizinho da família (suspeito de assediar a menor e pagar ao padrasto por isso) e a namorada de Eli, suspeita de colaborar com ele ao manter escondida a criança que estava com o rosto machucado, inclusive impedindo-a de ir à escola.

As três crianças ficaram sob a responsabilidade do Conselho Tutelar.


Fonte: Fato Real

Publicado em Regional

O Centro de Referência Psicossocial da Adolescência e da Infância (CERPAI) informa a mudança nos dias e horários do acolhimento do serviço de psicologia. Na segunda-feira são duas vagas disponíveis às 7h30. Na terça-feira, também às 7h30, há uma vaga aberta. Na quarta-feira, o CERPAI oferece duas vagas às 8h e na quinta-feira, três vagas às 7h30.

Referência Psicossocial da Adolescência e da Infância fica localizado a rua Padre João Pio, nº 163, Centro. O horário de funcionamento é de segunda a quinta-feira de 7h às 18h e na sexta de 7h às 17h. Mais informações pelo telefone 3731-6474.

O Centro de Referência Psicossocial da Adolescência e da Infância oferece serviço ambulatorial de saúde mental que atende crianças e adolescente com transtornos mentais moderados e/ou graves. No serviço de psicologia são quatro profissionais de psicologia que fazem acolhimento de segunda a quinta-feira com demanda ambulatorial e de casos encaminhados pelo Conselho Tutelar, Juizado da Infância e Juventude e Ministério Público. São oferecidos 50 acolhimentos psicológicos por mês. Em média são realizados 300 atendimentos psicológicos por mês.

O serviço de Psiquiatria conta com dois médicos psiquiatras que atendem duas vezes por semana (segunda e quinta-feira), os atendimentos são agendados por encaminhamento externo e fluxo interno. São realizadas, em média, 65 consultas psiquiátricas por mês.

No serviço de Terapia Ocupacional são dois profissionais que fazem acolhimento na terça e quarta-feira com demanda ambulatorial e de casos encaminhados pelo Conselho Tutelar, Juizado da Infância e Juventude e Ministério Público. São oferecidos 16 acolhimentos de Terapia Ocupacional por mês. Em média 90 atendimentos de terapia ocupacional são realizados por mês.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas, pessoas comendo, filho e atividades ao ar livre

Publicado em Ultimas de Congonhas

Página 1 de 3

Banner Direita Interna 11
Banner Direita Interna 12
Banner Direita Interna 13
Banner Direita Interna 21
Banner Direita Interna 22
Banner Direita Interna 23

Indicador Congonhas

O Indicador Congonhas é um portal criado pela jornalista Maria Clara Evangelista com o intuito de informar os internautas, principalmente os que moram em Congonhas e nas cidades vizinhas. Aqui você encontra notícias, atualizações sobre o trânsito e a BR 040, colunas, agenda de eventos, catálogo online, fotos e muitos mais. Faça um tour pelo nosso site e conheça o mais completo portal de informações de Congonhas!

Newsletter Indicador

Assinando o serviço de newsletter você não perderá as principais notícias do Indicador Congonhas, elas serão enviadas diretamente para seu e-mail! Para isso basta cadastrar seu e-mail no campo abaixo. O serviço é grátis!

Indicador Congonhas Instagram